Integrantes de quadrilha envolvida com tráfico e homicídios são presos em Capão da Canoa

Investigação da Draco do Litoral Norte identificou um esquema de distribuição de drogas comandado por detentos do sistema penitenciário

Publicado por
18:06 - 27/10/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil (PC) prendeu na quinta-feira (26), dois suspeitos de integrar uma organização criminosa que atua no tráfico de droga com envolvimento em homicídios no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da região capturaram a dupla durante cumprimento de mandado de busca e apreensão no bairro São Jorge, em Capão da Canoa.

Os policiais apreenderam porções de cocaína e maconha. As substâncias estavam em embalagens logotipadas, com marca característica do grupo investigado. Também localizaram balança de precisão e recolheram um carro e uma moto.

Foram achados ainda uma réplica de arma de fogo e uma bolsa com a identificação de uma grande plataforma de delivery. Segundo a PC, o grupo distribuía drogas, especialmente na modalidade tele-entrega e a suspeita é que os bandidos usavam a bolsa como disfarce.

Um dos presos já tinha antecedentes por tráfico de drogas. A investigação identificou que o comando para as ações criminosas era feito por detentos do complexo penitenciário de Charqueadas. A ação foi coordenada pelo titular da Draco, delegado Roland Short.

No início do mês, outro integrante do mesmo grupo havia sido preso em flagrante. A investigação iniciou a partir de outra operação da Draco, que identificou e prendeu envolvidos e mandantes de um ataque a tiros, em Xangri-Lá, também envolvidos com a mesma quadrilha.

O crime aconteceu no mês de junho, em frente a um supermercado, na Avenida Interbalneários, entre a ERS-407 e a Avenida Central. Um jovem foi morto e outra pessoa ficou ferida.

Fonte: Litoral na Rede

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp