Identificada ossada de mulher encontrada em mala no bairro Mariani, em Caxias do Sul

Adolescentes encontraram uma mala na manhã do dia 21 de agosto

Publicado por
11:43 - 13/09/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Ossada humana é encontrada dentro de mala em matagal, em Caxias do Sul

Fotos: Fábio Carnesella/Grupo RSCOM

A ossada humana encontrada no último dia 21 de agosto, em uma mala no bairro Mariani, em Caxias do Sul, foi identificada como Lisiane Lima da Rosa, de 33 anos. O compartimento de viagem com restos mortais foi encontrado por dois adolescentes, catadores de materiais recicláveis, às margens da Rua Rachel Cagliari Grazziottin.

A identificação ocorreu após q realização de confronto de material genético, com a filha de Lisiane, de 12 anos. A menina, foi até o Posto Médico Legal (PML) de Caxias do Sul e doou material após a ossada ter sido encontrada. Estes dados foram encaminhados para Porto Alegre e comparado com o DNA extraído da arcada dentária de Lisiane, possibilitando a identificação.

Os restos mortais, estão disponíveis no IGP de Porto Alegre aguardando familiares. A mulher morava em Caxias do Sul, e estava desaparecida desde novembro de 2022. Conforme as forças de segurança ela estava foragida do sistema prisional.

A Polícia Civil já está trabalhando na investigação para apurar as circunstâncias do crime.

O Caso

Segundo a Brigada Militar (BM), o crânio, ossos e pedaços em decomposição da vítima estavam em uma mala, de cor azul, que estava entreaberta, cerca de 30 metros adentro do matagal.

O local foi isolado para os trabalhos da Polícia Civil e do Instituto Geral de Perícias (IGP) que apuraram a identificação de Lisiane Lima.

Apontamentos iniciais indicavam que, pelas dimensões da ossada, poderia se tratar de uma criança ou adolescente. Os peritos também trabalham com a possibilidade de que a mala estava no local há mais de seis meses.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp