Governo do RS inicia pavimentação da ERS-427, no acesso ao cânion de Itaimbezinho, em Cambará do Sul

O valor a ser investido na obra é de R$ 36 milhões e faz parte do Programa Avançar. Nesta primeira etapa, serão pavimentados dez quilômetros, até a entrada do cânion de Itaimbezinho

Publicado por
09:20 - 10/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Governo do RS inicia pavimentação da ERS-427, no acesso ao cânion de Itaimbezinho, em Cambará do Sul

Foto: Divulgação Daer

O governo do Estado iniciou na sexta-feira (7) as obras de pavimentação da ERS-427, no acesso ao cânion de Itaimbezinho, em Cambará do Sul. A rodovia tem parte do trecho dentro do Parque Nacional de Aparados da Serra. Além de ser fundamental para o desenvolvimento do potencial turístico da região, é importante ligação entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O valor a ser investido na obra, que tem 17 quilômetros de extensão, é de R$ 36 milhões, e faz parte do Programa Avançar.

Essa obra é fundamental para fomentar o turismo nos Campos de Cima da Serra e desenvolverá ainda mais o potencial natural da região”, destaca o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella. Nesta primeira etapa, serão pavimentados dez quilômetros, até a entrada do parque. A pavimentação dos 11 quilômetros iniciais fora da área do parque já havia sido licenciada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) e aguardava um posicionamento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) quanto ao reconhecimento da licença. Havia um entendimento de que a rodovia precisaria ter uma licença única para toda a sua extensão.

Após várias reuniões entre o governo do Estado e a União, a questão foi superada e o Ibama deliberou pela delegação para a Fepam da emissão de licença para todo o trecho, inclusive da etapa inicial, já licenciada. Com isso, a obra pôde ser iniciada.

O prefeito de Cambará do Sul, Ivan Borges do Amaral (MDB), conta que ainda em abril foi até Brasília pleitear com o Ibama a resolução do impasse ambiental da rodovia. Dos 11 quilômetros iniciais, um já foi pavimentado em anos anteriores. Após a emissão da licença pela Fepam para os seis quilômetros finais, a obra continuará até o acesso ao parque, no km 17, e desse ponto até o final. O projeto para o trecho entre o km 17 e o km 22 já está sendo desenvolvido. A pavimentação da rodovia deve ser concluída em 2026. O asfaltamento da estrada também está em andamento no lado catarinense.

Ivan destaca a importância do asfaltamento da via que além de ligar  Rio Grande do Sul com Santa Catarina também faz ligação da serra com o mar. “Não vai desenvolver só Cambará do Sul, mas toda a região. Vai ter a possibilidade das pessoas que acessam as praias de Santa Cataria deixarem a RSC-453 em Tainhas e ingressarem por Cambará do Sul. Vai diminuir a distância até o litoral catarinense“, destaca.

As condições das estradas da região também foram tema de matéria publicada pelo Portal Leouve no mês de março. A falta de pavimentação também foi apontada como empecilho para o desenvolvimento turístico.

Relembre: Com queda no turismo, Prefeitura de Cambará do Sul busca redução do valor dos ingressos para os parques nacionais

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp