Governo do Estado organiza, na Base Aérea de Canoas, distribuição de medicamento aos atingidos das cheias no RS

Espaço foi uma alternativa ao Aeroporto Salgado Filho, que está interditado

Publicado por
15:23 - 20/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Divulgação

O Governo do Rio Grande do Sul, através da Secretaria da Saúde (SES) está utilizando a Base Aérea de Canos como base para a organização e distribuição de medicamentos aos atingidos pelas chuvas das últimas semanas no Estado. Base é a principal rota de recebimento e envio de insumos, uma vez que o Aeroporto Salgado Filho está interditado em razão das enchentes.

A ação teve início no começo deste mês, quando centralizou a entrega de mercadorias que já estavam compradas, mas não haviam sido enviadas em razão dos cancelamentos de voos. No local também estão sendo recebidos os insumos enviados de forma aérea de outros estados brasileiros para realizar a distribuição nos locais previamente indicados.

Entre os locais priorizados, estão os que não possuem acesso terrestre. Foi criado um fluxograma para elencar as necessidades dos locais e as rotas, utilizando bases aéreas de municípios vizinhos como referência para agilizar as entregas utilizando vias que estão podendo ser trafegadas para levar estes insumos para cada local. Também está sendo realizado um controle rigoroso de notas fiscais, quantidade peso e especificações do material, para garantir a segurança do transporte e também da carga.

A SES está em contato direto com as Coordenadorias Regionais de Saúde, que se organizam junto aos municípios e hospitais, recebendo e enviando informações sobre voos, estoque e os materiais que são necessários com mais urgência. As informações são enviadas diariamente para a secretaria, para que o trabalho de distribuição ocorra da forma mais rápida quanto possível.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp