Frente fria mantém chuvas intensas no Rio Grande do Sul nesta quinta

Clima prossegue com raios e trovoadas, podendo afetar a rede elétrica. Ocorrência de enchentes é iminente

Publicado por
19:50 - 01/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Gabriel Zaparolli

Uma frente fria está avançando pelo Oeste e Sul do Rio Grande do Sul, trazendo consigo chuvas localmente fortes a intensas e temporais localizados, alguns de forte intensidade. Este sistema frontal se deslocará pelo estado ao longo desta quinta-feira (01), acrescentando mais transtornos a uma situação já preocupante em diversas comunidades gaúchas.

À medida que avança, a frente fria encontrará ar muito quente, úmido e instável em altitude, favorecendo a formação de nuvens de grande desenvolvimento vertical de tempestades. Estas tempestades serão capazes de gerar abundantes precipitações e temporais de vento e granizo. A MetSul adverte que são esperados episódios de chuva forte a torrencial, resultando em acumulados significativos em curto espaço de tempo, o que pode ocasionar novos alagamentos e agravar as inundações já existentes. O risco de deslizamentos de terra também é alto devido ao solo já saturado.

Na maioria das localidades, a instabilidade será mais pronunciada entre a madrugada e a manhã, enquanto na Metade Norte do estado, a instabilidade persistirá ao longo do dia. Municípios que até o momento escaparam das chuvas excessivas, como os do Noroeste e diversos do Médio e Alto Uruguai, podem ser impactados por volumes significativos de água.

Além das chuvas intensas, a passagem da frente fria pelo Rio Grande do Sul trará consigo muitos raios e trovoadas, com alta incidência de raios nuvem-solo em alguns locais, podendo afetar a rede elétrica. Com a interação entre o ar frio e a atmosfera aquecida em altitude, cresce o risco de fenômenos severos de vento, como tornados ou microexplosões atmosféricas em áreas isoladas. No entanto, é importante ressaltar que essa condição difere do evento de março, que trouxe vendavais violentos generalizados.

Diante deste cenário, a população gaúcha é aconselhada a permanecer atenta aos alertas das autoridades locais e tomar as devidas precauções para garantir sua segurança e a de seus familiares.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp