Estado do RS e região do Vêneto, na Itália, discutem Protocolo de Irmandade

Comitiva gaúcha firma acordos visando as comemorações dos 150 anos da imigração italiana

Publicado por
19:51 - 15/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Maurício Tonetto/Secom)

Durante sua missão internacional, que teve início no domingo (14) em Verona, na Itália, o governador Eduardo Leite encontrou-se nesta segunda (15) com o presidente da região do Vêneto, Luca Zaia. O propósito do encontro foi fortalecer os laços com a região, que já mantém um Protocolo de Irmandade assinado com o Rio Grande do Sul devido à sua afinidade cultural com o Estado.

A migração italiana para o Rio Grande do Sul, que celebrará seu 150º aniversário em 2025, teve uma presença significativa de pessoas do Vêneto, sendo esta considerada a principal região de origem dos imigrantes italianos no Estado.

“O legado italiano está profundamente enraizado em nossa cultura: na gastronomia, na viticultura, na arquitetura, nos sobrenomes, nas festas tradicionais e nas numerosas cidades que prestam homenagem à Itália. Ao fortalecer os laços culturais, como no Protocolo de Irmandade, podemos avançar não só em termos de negócios, mas também nas relações comerciais”, afirmou o governador.

Durante o encontro, Leite convidou o presidente do Vêneto para participar das celebrações dos 150 anos da imigração italiana no Rio Grande do Sul, e ambos expressaram interesse em expandir o protocolo de parceria entre o Estado e a região. A proposta é ampliar o acordo atual através de planos de trabalho e ações específicas de cooperação educacional, técnica e científica. O Vêneto é a quinta maior região da Itália em população e a terceira mais rica do país.

“Nossa intenção é de ir ao Rio Grande do Sul no ano que vem para celebrarmos a data. Nossas relações com os gaúchos são profundas e podemos aproveitar a ocasião da visita para, se possível, assinarmos planos de trabalho dentro do acordo de cooperação que temos”, disse o presidente do Vêneto.

Zaia acrescentou que o Vêneto irá presentear o Estado com uma estátua do tradicional Leão de Veneza, que é o símbolo da capital da Região. A sugestão é de que o monumento seja instalado em alguma praça no RS.

Após a reunião, a comitiva segue para Roma, onde a missão terá sequência a partir de terça-feira (16/4).

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp