Eleições 2024: TRE confirma pleito municipal no RS à Justiça Eleitoral

O presidente do TRE do Distrito Federal, desembargador Jair Soares, se ofereceu para emprestar urnas eletrônicas para o RS

Publicado por
16:53 - 05/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Reprodução/Internet)

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Grande do Sul, desembargador Voltaire de Lima Moraes, assegurou à ministra Cármen Lúcia, recém-empossada presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que as eleições municipais no estado serão mantidas em outubro, apesar dos danos causados pelas enchentes.

Durante o primeiro encontro de Cármen Lúcia com os presidentes dos TREs, que ocorreu um dia após sua posse, Lima Moraes recebeu a garantia de que o TSE dará todo o apoio necessário para as eleições acontecerem em um clima de normalidade no Rio Grande do Sul.

O presidente do TRE do Distrito Federal, desembargador Jair Soares, se ofereceu para emprestar urnas eletrônicas para o Rio Grande do Sul, uma vez que o Distrito Federal não terá eleições municipais em outubro — as eleições no DF ocorrem apenas a cada quatro anos para a escolha de presidente, governador, senador, deputados federais e deputados distritais.

Há duas semanas, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), sugeriu adiar as eleições municipais no estado, argumentando que a troca de administração nas prefeituras poderia dificultar o processo de reconstrução após as enchentes. No entanto, no dia seguinte, Alexandre de Moraes, então presidente do TSE, afirmou que não havia “nenhuma discussão de qualquer adiamento das eleições no Rio Grande do Sul”.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp