Dia D da Humana Saúde reforça prevenção contra dengue em Caxias do Sul nesta sexta (19)

Todos os beneficiários que forem na operadora a partir das 9h, receberão um kit de cuidados para evitar a proliferação da doença

Publicado por
19:24 - 18/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Humana Saúde Sul/Divulgação)

Com objetivo de reforçar a importância da prevenção contra a dengue, a Humana Saúde Sul promove o “Dia D” em Caxias do Sul nesta sexta (19), a partir das 9h. A ação será realizada na instituição, na Avenida Júlio de Castilhos, 2307. Todos os beneficiários que forem realizar qualquer procedimento em saúde na operadora, receberão um kit contendo dicas de como evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, e um repelente.

A ação “Dia D” inclui a distribuição de mais de mil unidades de repelentes nas recepções das clínicas da Humana Saúde, além de profissionais capacitados fornecendo informação sobre como se proteger contra o Aedes aegypti. Até o momento, O Rio Grande do Sul registrou 67 óbitos por dengue e tem decreto de situação de emergência vigente. Caxias do Sul possui 111 casos de dengue, conforme o último boletim da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

“Estamos comprometidos em cuidar da saúde de nossos beneficiários e da comunidade em geral. Acreditamos que a prevenção é o melhor caminho e, por isso, estamos investindo nesta ação de conscientização e cuidado contra a dengue”, declara dr. Itamar Regazzo, diretor técnico médico das unidades da Humana Saúde Sul.

Para Dra. Catarina Bazan, médica Infectologista na Humana Saúde Sul, as melhores formas de prevenção da dengue são evitar a proliferação do mosquito, eliminando possíveis criadouros, e reduzir a exposição ao mosquito, incluindo o uso de repelentes na rotina de cuidados diária.

A Humana Saúde Sul está presente no Paraná e no Rio Grande do Sul, tendo como foco oferecer gestão de saúde com responsabilidade por meio de uma estrutura de ponta com equipamentos de última geração, inteligência de dados e ferramentas que garantem agilidade no atendimento dos seus beneficiários.

Programação – Distribuição de repentes aos beneficiários

Data: 19/04/2024 (sexta-feira).
Horário: A partir das 9h.
Endereço: Humana Saúde Sul — Avenida Júlio de Castilhos, 2307, Centro.

Principais sintomas da dengue:

  • Febre alta (39°C a 40°C), com duração de dois a sete dias;

  • Dor retro-orbital (atrás dos olhos);

  • Dor de cabeça;

  • Dor no corpo;

  • Dor nas articulações;

  • Mal-estar geral;

  • Náusea;

  • Vômito;

  • Diarreia;

  • Manchas vermelhas na pele, com ou sem coceira.

Formas de prevenção contra a dengue:

  • Não deixar água parada, destruindo os locais onde o mosquito nasce e se desenvolve, evita sua procriação;
  • Deixar sempre bem tampados e lavar com bucha e sabão as paredes internas de caixas d’água, poços, cacimbas, tambores de água ou tonéis, cisternas, jarras e filtros;
  • Não deixar acumular água em pratos de vasos de plantas e xaxins. Colocar areia fina até a borda do pratinho;
  • Plantas que possam acumular água devem ser tratadas com água sanitária na proporção de uma colher de sopa para um litro de água, regando, no mínimo, duas vezes por semana. Tirar sempre a água acumulada nas folhas;
  • Não juntar vasilhas e utensílios que possam acumular água (tampinha de garrafa, casca de ovo, latinha, saquinho plástico de cigarro, embalagem plástica e de vidro, copo descartável, etc.) e guardar garrafas vazias de cabeça para baixo;
  • Entregar pneus velhos ao serviço de limpeza urbana, caso precise mantê-los, guardar em local coberto;
  • Deixar a tampa do vaso sanitário sempre fechado. Em banheiros pouco usados, dar descarga pelo menos uma vez por semana;
  • Retirar sempre a água acumulada da bandeja externa da geladeira e lave com água e sabão;
  • Sempre que for trocar o garrafão de água mineral, lavar bem o suporte no qual a água fica acumulada;
  • Manter sempre limpo: lagos, cascatas e espelhos d’água decorativos. Criar peixes nesses locais, eles se alimentam das larvas dos mosquitos;
  • Lavar e trocar a água dos bebedouros de aves e animais no mínimo uma vez por semana;
  • Limpar frequentemente as calhas e a laje das casas, colocar areia nos cacos de vidro no muro que possam acumular água;
  • Manter a água da piscina sempre tratada com cloro e limpar uma vez por semana. Se não for usar, evitar cobrir com lonas ou plásticos;
  • Manter o quintal limpo, recolhendo o lixo e detritos em volta das casas, limpando os latões e mantendo as lixeiras tampadas. Não jogar lixo em terrenos baldios, construções e praças. Chamar a limpeza urbana quando necessário;
  • Permitir sempre o acesso do agente de controle de zoonoses em residências ou estabelecimentos comerciais.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp