Central de Matrículas registra quase 3 mil inscrições para Educação Infantil em Caxias do Sul

Dados informados pelas famílias no cadastro para busca de vaga na rede pública indicam que aproximadamente 80% do fluxo é de crianças saídas das escolas particulares

Publicado por
17:54 - 16/02/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Elisabete Bianchi, divulgação)

A Central de Matrículas recebeu quase 3 mil inscrições para Educação Infantil na rede pública de Caxias do Sul. O volume nestes primeiros meses de 2023 já se aproxima do total registrado no ano passado quando foram 4.622 solicitações destinadas aos chamados anos iniciais da educação.

Além da tradicional chegada de novas famílias à cidade, inclusive de outros países, chama atenção da Secretaria Municipal de Educação (Smed) o número de estudantes deixando escolas privadas e buscando o ensino público. Os dados informados pelas famílias no momento do cadastro apontam que cerca de 80% do fluxo acima do normal vem destas crianças de escolas privadas.

O segundo prazo de inscrições para a faixa de 4 e 5 anos da Educação Infantil na rede pública iniciou na última segunda-feira (13). Em apenas 48 horas, os servidores registraram aproximadamente 400 novas inscrições. O movimento intenso causou filas, mas a distribuição de senhas evita um tempo elevado de demora, segundo a coordenadora da Central de Matrículas, Daniela Moraes.

“A mudança de local nos ajudou bastante. Só segunda-feira tivemos filas, mas resolvemos rapidamente distribuindo senhas. A nossa sala de espera é bem mais ampla, tem ar condicionado, então as famílias se sentem mais acolhidas. Temos nove guichês de atendimento, uma equipe maior e melhor, então acredito que estamos atendendo melhor a população caxiense”.

A agenda para próximos atendimentos foi preenchida até o dia 27. A Smed afirma que já está trabalhando com equipe reforçada para dar conta da demanda excepcionalmente alta para o período. Ainda assim, quem não fez a inscrição precisa comparecer na Central. O ano letivo retorna nesta sexta-feira (17).

“O número de inscritos é dinâmico, todos dias aumenta. Até o dia 24 segue as inscrições. A designação (do aluno) depende da disponibilidade de vagas, o que pode ou não acontecer, conforme as possibilidades de encaixe na rede, que já opera no limite da capacidade, inclusive, considerando vagas compradas pelo poder público”, ressalva Daniela.

Em 2023, só até a tarde de quarta-feira (15), as candidaturas a um lugar na rede pública para a idade obrigatória de ingresso chegavam a 2.975, com um total de 2.589 crianças já designadas para matrícula. A fim de atender a demanda extraordinária na faixa de 4 e 5 anos, a Secretaria Municipal de Educação (SMED) abriu 179 turmas novas de pré-escola. E, em relação a 2022, já estão matriculadas 3700 crianças a mais.

“A situação é bastante anormal. O Município já está verificando possibilidades e estudando alternativas, inclusive, se houver a necessidade, de um credenciamento emergencial. Principalmente para a questão da Educação Infantil. Após este período, serão tomadas providências. Mas todos os encaminhamentos estão sendo feitos para acolher estas famílias, que vêm tanto da rede privada quanto, até mesmo, de outros países”, revela a secretária municipal de Educação, Sandra Negrini.

Para os inscritos no segundo prazo, as respostas estão sendo dadas diretamente por telefone, tão logo são obtidas pelos servidores. Nas próximas segunda (20) e terça-feira (21), a Central de Matrículas presta atendimento externo das 10h às 16h e na quarta-feira (22), das 8h às 16h, com efetivo reduzido.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp