Visando completar quadro clínico em UBSs, prefeitura de Caxias do Sul vai dispor de horas médicas

Medida serve para suprir ausências pontuais, como férias e folgas. Profissionais serão médicos clínicos, com carga horária de até 40 horas semanais

Publicado por
16:32 - 04/07/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Caxias do Sul

Foto: Freepik

A Prefeitura de Caxias do Sul, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), anunciou a implementação de um novo modelo para garantir a continuidade dos atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A partir da próxima semana, a contratação de horas médicas será disponibilizada para suprir necessidades pontuais no quadro clínico dessas unidades.

A iniciativa foi viabilizada por um Projeto de Lei aprovado na Câmara de Vereadores, permitindo a contratação da empresa MedEnf Serviços Médicos e de Enfermagem, sediada em Ivoti, RS. A MedEnf fornecerá médicos clínicos para atuar nas UBSs com uma carga horária de até 40 horas semanais. A quantidade de horas médicas utilizadas será determinada pela SMS conforme a demanda.

De acordo com o contrato, a empresa MedEnf tem até 24 horas para disponibilizar um profissional após ser notificada pela SMS, em conformidade com as disposições contratuais. O objetivo não é preencher vagas permanentes, mas sim cobrir ausências temporárias devido a férias, folgas ou atestados médicos de três dias ou mais. O contrato prevê um máximo de 3,5 mil horas mensais, com vigência de até 180 dias ou enquanto durar o Decreto de Emergência no município.

Essa modalidade de contratação permite uma mobilização rápida dos profissionais, suprindo a demanda durante períodos críticos com mais agilidade do que as contratações tradicionais. Segundo a secretária municipal da Saúde, Daniele Meneguzzi, essa medida é essencial para manter a qualidade do atendimento nas UBSs.

“Para evitar uma sobrecarga das nossas UPAs, reduzir a necessidade de atendimentos hospitalares, garantimos a contratação de médicos que serão pagos por hora. Isso vai ser viabilizado através de uma empresa. Nesta modalidade de contratação, a empresa tem 24 horas para repor médicos que estejam ou que estarão afastados do seu trabalho por mais de três dias. Dessa forma, teremos sempre médicos nas unidades básicas de saúde”, salienta Daniele.

Os pagamentos à MedEnf serão realizados com base nas horas efetivamente trabalhadas pelos profissionais, garantindo uma gestão eficiente dos recursos públicos e assegurando que os serviços sejam prestados conforme a demanda da população.

Caxias do Sul

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp