Vazamento na nova adutora do Marrecas adia para sexta retorno do abastecimento em Caxias do Sul

Para garantir a entrega de água aos bairros atendidos pelo sistema, está em operação uma logística especial que inclui o uso de caminhões-pipa

Publicado por
20:19 - 12/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Sistema Marrecas

Foto: Laura Piola

Na tarde desta quarta-feira (12), um contratempo significativo nas obras de implantação de uma nova adutora do Sistema Marrecas, localizada na RSC-453 em Caxias do Sul, impactou severamente o abastecimento de água em diversas áreas da cidade. Um vazamento surgiu em uma das junções da tubulação, resultando no jorro de água para a pista no Km 158, situado em Vila Seca.

O incidente ocorreu na transição da antiga adutora de 1.000 milímetros para a nova de 600 milímetros, momento em que equipes do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) foram mobilizadas para conter e reparar o trecho danificado.

A situação não é um caso isolado: em maio deste ano, deslizamentos e movimentações de solo na encosta da Rota do Sol, na mesma região de Vila Seca, causaram três rompimentos em adutoras, o que levou o Samae a implementar medidas preventivas urgentes, incluindo a transferência do sistema para o lado oposto da pista.

Prevendo avanços na conclusão das obras, o Samae havia programado uma parada no abastecimento para esta semana, justamente para finalizar a implantação da nova adutora no novo local. No entanto, o vazamento ocorreu após a liberação do fornecimento de água.

Os bairros afetados pela interrupção no abastecimento incluem Ana Rech, Belo Horizonte, Brandalise, Centenário, De Lazzer, De Zorzi, Diamantino, Fazenda Souza, Interlagos, Jardelino Ramos, Jardim América, Jardim das Hortênsias, Jardim Eldorado, Jardim Iracema, Linha 40, Maestra, Mariland, Morada dos Alpes II, Nossa Senhora da Saúde, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora do Rosário, Parada Cristal, Pedancino, Petrópolis, Pioneiro, Por do Sol, Presidente Vargas, Sagrada Família, Samuara, Santa Fé, Santo Antônio, São Ciro, São Cristóvão, São José, Século XX, Serrano, Vila Ipê, Vila Seca e Vinhedos.

De acordo com o Samae, a normalização do abastecimento está prevista para ocorrer de forma gradativa na sexta-feira (14), com equipes trabalhando continuamente para minimizar os impactos e garantir que a água retorne às residências e estabelecimentos afetados o mais rápido possível.

Os moradores e comerciantes das áreas impactadas estão sendo orientados a monitorar os canais oficiais do Samae para atualizações e instruções adicionais.

 

Sistema Marrecas

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp