Reparos emergenciais são concluídos na Estrada da Uva, em Caxias do Sul

Veículos pesados ainda estão proibidos de transitar pela via

Publicado por
13:28 - 22/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Reparos emergenciais são concluídos na Estrada da Uva, em Caxias do Sul. (Foto: Ronaldo Bedin)

Reparos emergenciais são concluídos na Estrada da Uva, em Caxias do Sul. (Foto: Ronaldo Bedin)

Em uma ação emergencial, a Subprefeitura de Forqueta e o setor de Escavações e Terraplanagem da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SMOSP) concluíram nesta terça-feira (21) uma operação de reparo na Estrada da Uva, entre as comunidades de Loreto e São Valentim, a aproximadamente 700 metros após o acesso à comunidade Cerro da Glória. As recentes e intensas chuvas causaram rachaduras no asfalto, indicando movimento de massa de terra na área. reparos emergenciais

A seção afetada está localizada em uma curva de terreno em encosta, sugerindo que a infiltração de grandes volumes de água possa ter causado o deslizamento. Em resposta ao dano, a Subprefeitura sinalizou a área e restringiu a tonelagem dos veículos que podiam circular no trecho. No entanto, a busca por rotas alternativas, devido a múltiplos bloqueios em estradas, fez com que muitos motoristas ignorassem as restrições, exacerbando o problema.

Como medida emergencial adotada, grandes pedras foram colocadas no caminho, criando um funil que permitia a passagem apenas de veículos pequenos. Nesta terça-feira, foi concluído o reparo do asfalto. O processo envolveu o recorte da camada comprometida, a construção de uma nova base de apoio para estabilizar o terreno e a aplicação de uma camada de fresado.

Deivid Ilha, subprefeito de Forqueta, esclareceu que este reparo é apenas uma medida provisória para melhorar as condições de tráfego e que o fluxo ainda é recomendado apenas para veículos médios e pequenos. “Não recomendamos grandes tonelagens”, afirmou Ilha, explicando que a ação foi necessária devido à ausência de manutenção anterior, aguardando condições climáticas favoráveis.

Além disso, Ilha destacou a necessidade de uma avaliação técnica mais detalhada para um diagnóstico preciso sobre a estabilidade do solo no local. Outra situação é causada por uma grande rocha que se deslocou em direção à via, a alguns metros adiante, parando parcialmente sobre o asfalto. A remoção dessa rocha está prevista para os próximos dias, utilizando maquinário pesado e um rompedor hidráulico.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp