Missa e procissão de Corpus Christi reúnem cerca de 10 mil pessoas em Caxias do Sul

Após a celebração em alusão à instituição da Eucaristia, defronte à Catedral Diocesana, fiéis seguiram pela Rua Sinimbu até a Igreja São Pelegrino, onde ocorreu a bênção final

Publicado por
18:45 - 30/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Marcelo Oliveira/Grupo RSCOM

Cerca de 10 mil pessoas participaram das celebrações de Corpus Christi, em Caxias do Sul, na tarde desta quinta-feira (30). A missa campal, defronte à Catedral Diocesana, iniciada às 15h e presidida pelo Bispo Dom José Gislon, teve duração de aproximadamente uma hora. Outros sacerdotes também participaram da celebração, realizada sempre 60 dias após a Páscoa, como forma de marcar a instituição da Eucarestia, conforme a tradição católica.

Após a missa, os fiéis seguiram em procissão pela Rua Sinimbu em direção à Igreja São Pelegrino, onde ocorreu a bênção final. Outras cidades da Serra Gaúcha também celebraram a data com os tradicionais tapetes de serragem.

O padre Tiago Camozzato, da Catedral Diocesana, Paróquia Santa Teresa D’Ávila, destaca a relevância do momento eucarístico.

“Realmente é bastante importante, pois a Eucaristia é o que nos une. Ela nos dá força, justamente porque o fruto da Eucaristia é a solidariedade. É a comunhão, é a preocupação com o próximo. As pessoas aqui vieram para comungar com o Senhor, buscando a força e a coragem para ajudar todas aquelas que estão passando por dificuldades e provações”.

Para o Frei Jaime Bettega, a e a fé ajudam a inspirar os gaúchos em tempos de grande aflição:

“É um dia festivo, uma manifestação pública de amor a Cristo, presente na Eucaristia. É algo tão especial e profundo que sustenta a nossa caminhada. Na última ceia, Jesus tomou o pão e o vinho, abençoou-os e os deu aos seus discípulos, dizendo: ‘Tomai e comei, tomai e bebei’. Que possamos encontrar nele a força para continuar caminhando no caminho do bem e da superação.
Neste momento que estamos vivendo, sem a fé talvez não teríamos condições de pensar em superação. Graças à fé, podemos dizer que vamos superar tudo isso. E é a fé que está desencadeando todo esse processo bonito de solidariedade. Uma solidariedade tão grande e concreta que realmente devolve a dignidade àqueles que foram drasticamente atingidos pelas enchentes”.

A procissão durou cerca de 30 minutos, da Catedral Diocesana até a Igreja de São Pelegrino, e teve segundo a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade, a participação de 10 mil pessoas.

Veja imagens da procissão de Corpus Christi:

LEIA TAMBÉM:

Fiéis lotam a frente da Paróquia Santo Antônio, em Bento Gonçalves, durante missa de Corpus Christi

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp