Legislativo caxiense autoriza o Executivo a destinar R$ 1,4 milhão à Festa das Colheitas

O evento acontecerá entre o final de fevereiro e o início de março deste ano, no Parque Mário Bernardino Ramos

Publicado por
13:53 - 16/02/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Fernando Levinski/Grupo RSCOM

A destinação de R$ 1,4 milhão, pela Prefeitura, à Festa das Colheitas 2023 foi autorizada pela Câmara Municipal de Caxias do Sul, mediante aprovação, na sessão ordinária desta quinta-feira (16), ao projeto de lei 22/2023, assinado pelo Executivo. A intenção é que os recursos ajudem a viabilizar a festividade, marcada para os dias 24 a 26 de fevereiro, 3 a 5 e 10 a 12 de março, no Centro de Eventos do Parque Mário Bernardino Ramos (pavilhões da Festa da Uva). A matéria seguirá, agora, para a sanção do prefeito Adiló Didomenico.

Conforme o autor, a festividade pretende ser intercalada com a Festa Nacional da Uva. A organização espera que, no período de realização, a Festa das Colheitas provoque o giro de R$ 25 milhões a R$ 30 milhões, na economia local, a partir do comércio, da hotelaria, dos restaurantes, etc. O acesso do público será gratuito. No dia 5 de março (domingo), haverá passe livre do transporte público, a fim de possibilitar a crianças da rede pública de ensino a utilização de 50 mil tickets gratuitos, no parque de diversões do evento.

Os organizadores informaram que a aplicação do valor de R$ 1,4 milhão, autorizado pelo Legislativo, se dará desta forma: locações de iluminação, sonorização e palco (e o seu gerador) e contratação de artistas, grupos musicais e teatrais (R$ 565 mil); serviços de limpeza e segurança (R$ 210 mil); locação de cenários e montagem geral do evento (420 mil); locação de área de vinícolas (R$ 64 mil); locação de geradores (R$ 130 mil); evento de abertura da festa (R$ 11 mil).

De acordo com a organização, o evento trabalha com uma perspectiva de receita na ordem de R$ 500 mil. A quantia está assim discriminada: venda de área (R$ 280 mil); aluguel do parque de diversões (R$ 10 mil); Banrisul (R$ 80 mil); SDR-FETAG (R$ 50 mil); LIC municipal para o receptivo (R$ 80 mil); bilheteria (zero).

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp