FAS intensifica ações para acolhimento de pessoas em situação de rua durante frio intenso em Caxias do Sul

Em junho, a equipe realizou 229 abordagens a 122 pessoas, já que uma mesma pessoa pode ser abordada mais de uma vez na tentativa de que aceite o encaminhamento a uma das 140 vagas oferecidas nas casas de passagem

Publicado por
18:00 - 11/07/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
ações para acolhimento

Foto: Lucas Munareti

ações para acolhimento

As massas de ar polar que têm chegado ao estado nas últimas semanas resultaram em um período prolongado de chuvas e temperaturas baixas. Esse fenômeno fez com que a Fundação de Assistência Social (FAS) colocasse em prática seu planejamento específico para os períodos de frio, intensificando os trabalhos das equipes que realizam a abordagem a pessoas em situação de rua.

As equipes nas ruas são a parte inicial do trabalho. Há outros desdobramentos além de conduzir para uma casa de passagem aquelas pessoas que aceitam o convite para saírem das ruas. Em junho, a equipe realizou 229 abordagens a 122 pessoas, já que uma mesma pessoa pode ser abordada mais de uma vez na tentativa de que aceite o encaminhamento a uma das 140 vagas oferecidas nas casas de passagem. A essas vagas somam-se outras 60 oferecidas para pernoite e janta na Casa Bom Samaritano.

As abordagens foram feitas em cerca de 100 locais espalhados pela cidade, monitorados pelos servidores por serem pontos frequentemente escolhidos pela população de rua. Aos moradores que rejeitam o acolhimento, a equipe disponibiliza cobertores para proporcionar o mínimo de conforto, uma vez que o acolhimento não pode ser forçado.

O trabalho do Centro Pop Rua envolve fatores que garantem o mínimo de cidadania, como a obtenção de segunda via de documentos. No mês passado, 84 pessoas conseguiram acessar esse serviço com a ajuda do Centro Pop Rua, seja para certidão de nascimento, carteira de identidade, CPF ou outro documento.

Além disso, para pessoas que desejam retornar à sua cidade de origem e ficar junto à família, é disponibilizado o auxílio passagem. Em junho, 47 indivíduos puderam retornar para suas famílias em outras cidades do Estado, em um investimento do Município na ordem de R$ 3.810,00.

“Desde março deste ano, a concessão desse benefício foi flexibilizada, permitindo que sejam pagas passagens para retorno a outros estados, o que facilitou muito o trabalho da equipe. Em junho, por exemplo, foi possível conceder a passagem a uma pessoa atendida pelo Centro Pop Rua que retornou para Curitibanos, em Santa Catarina”, informou o presidente da FAS, Rafael Vieira.

No mês de junho também foram concedidos 54 cartões-alimentação, cada um no valor de R$ 80,00. Esse cartão foi lançado pela FAS em dezembro do ano passado para substituir a cesta básica, dando mais flexibilidade para a compra de alimentos.

Abordagem Social da FAS: Das 8h às 12h e das 13h às 17h

Telefone: 98403.8864

Abordagem Social da FAS: Das 18h às 22h e Plantão das 19h às 7h

Telefone: 98404.9921

ações para acolhimento

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp