Equipe do Centro de Apoio Científico em Desastres da UFPR auxilia autoridades em Caxias do Sul após chuvas intensas

O chamado Cenacid conta com o suporte de 40 cientistas de 10 universidades brasileiras, prontos para analisar os dados coletados. Grupo traz consigo uma vasta experiência adquirida em missões anteriores em diversas partes do Brasil, como nos estados de São Paulo e Minas Gerais, além de terem participado em grandes desastres no exterior, como os ocorridos na Guatemala e El Salvador

Publicado por
18:16 - 13/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Divulgação / SEMMA

Uma equipe do Centro de Apoio Científico em Desastres (Cenacid), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), está atualmente em Caxias do Sul. O motivo é para prestar apoio às equipes da prefeitura na avaliação das áreas afetadas pelas recentes chuvas intensas que assolaram a região. Este grupo de geólogos traz consigo uma vasta experiência adquirida em missões anteriores em diversas partes do Brasil, como nos estados de São Paulo e Minas Gerais, além de terem participado em grandes desastres no exterior, como os ocorridos na Guatemala e El Salvador.

O Cenacid conta com o suporte de 40 cientistas de 10 universidades brasileiras, prontos para analisar os dados coletados. O diretor e idealizador do Centro, o geólogo Renato Eugênio de Lima, explicou que a Serra Gaúcha foi a região recomendada pelo Gabinete de Crise do Palácio Piratini devido à expertise do grupo em áreas montanhosas. Além de Lima, a missão também conta com a participação dos professores e geólogos Lázaro Valentin Zuquette, da Universidade de São Paulo (USP), e Marcelo Renato Lamour, da UFPR.

Na manhã desta segunda-feira (13), o grupo esteve na sede da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA). Durante a visita, Lima destacou a intenção de permanecer em Caxias do Sul até sexta-feira (17). O secretário do Meio Ambiente, Daniel Caravantes, ressaltou a importância nas avaliações diárias das equipes desde o início das chuvas intensas, concentradas principalmente na região do bairro Galópolis.

Acompanhados pela equipe de geólogos da SEMMA, os membros do Cenacid visitaram áreas de risco nesta segunda-feira, incluindo Galópolis e a Vila Maestra, no complexo do britador do município. No local, houve um deslizamento ocorrido no domingo (12) resultou na morte de uma pessoa e ferimentos em outra. Caxias do Sul já registra oito mortes decorrentes de deslizamentos causados pelas chuvas; uma mulher residente em Galópolis permanece desaparecida. No final da tarde, as equipes participaram da reunião do Gabinete de Crise da Prefeitura de Caxias, realizada no Centro Integrado de Operações de Caxias do Sul (CIOp).

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp