Empresa que fabricaria carro elétrico em Caxias do Sul volta atrás e aposta em Veículos Híbridos

A empresa Lecar possui sede em Alphaville, em Barueri (SP), e está implantando uma unidade fabril em Caxias do Sul (RS)

Publicado por
18:27 - 07/07/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Carro elétrico

Foto: Divulgação

A empresa brasileira Lecar, fundada em 2022 pelo empresário capixaba Flávio Figueiredo Assis, anunciou que não irá mais produzir carros elétricos. A decisão, anunciada recentemente, redireciona os esforços da empresa para a produção de veículos híbridos, uma mudança estratégica que reflete as realidades do mercado automotivo brasileiro.

Inicialmente, a Lecar tinha como objetivo desenvolver um carro elétrico projetado e fabricado no Brasil, um sonho que agora foi adiado. No entanto, a empresa decidiu apostar em veículos híbridos, que combinam um motor a combustão com motores elétricos. A nova abordagem da Lecar, denominada “híbrido flex”, permitirá que seus veículos funcionem tanto com gasolina quanto com etanol.

O Lecar 459, o modelo híbrido da empresa, funcionará de maneira semelhante ao novo Honda Civic híbrido, que possui um motor a gasolina de 2.0 litros e dois motores elétricos. Nesse sistema, o motor a combustão gera energia para o motor elétrico, que, por sua vez, movimenta o carro na maior parte do tempo.

A mudança para os híbridos é defendida pela Lecar como uma opção mais viável e acessível para os consumidores brasileiros, apesar de os veículos híbridos ainda terem preços elevados no mercado. A empresa possui sede em Alphaville, em Barueri (SP), e está implantando uma unidade fabril em Caxias do Sul (RS). Segundo o fundador, a Lecar continua trabalhando no protótipo híbrido e deve anunciar em breve uma nova previsão de lançamento.

Especialistas do setor automotivo observam que a produção de carros híbridos é tecnicamente mais complexa do que a de veículos elétricos. Até o momento, somente a Toyota tem tecnologia híbrida fabricada no Brasil, o que demonstra os desafios que a Lecar enfrentará ao tentar estabelecer-se nesse mercado competitivo e altamente especializado.

A decisão da Lecar de abandonar os veículos elétricos em favor dos híbridos representa uma tentativa de adaptação às condições do mercado brasileiro. No entanto, a inexperiência da empresa nesse setor e as variáveis complexas envolvidas no projeto levantam dúvidas sobre sua capacidade de executar seus planos com sucesso.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp