Em jogo eletrizante, Caxias do Sul Basquete perde para o Flamengo

Faltando um segundo, o Flamengo recebeu uma falta, converteu um lance livre e aproveitou o rebote

Publicado por
11:24 - 04/01/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Em jogo eletrizante, Caxias do Sul Basquete perde para o Flamengo

Foto: Matheus Magnani/ Divulgação

Em uma partida eletrizante, decidida no segundo final da prorrogação, o Caxias do Sul Basquete acabou derrotado contra o Flamengo por 84 x 85. O jogo realizado na noite desta quarta-feira (03), marcou o último jogo do primeiro turno no Novo Basquete Brasil.

O jogo começou com o Flamengo abrindo o placar, mas logo em seguida, Wesley Mogi acertou uma cesta de três pontos. A equipe carioca chegou a abrir seis pontos de vantagem, mas o Caxias Basquete correu atrás e deixou a diferença em apenas um ponto, 12×13. Faltando pouco para o estouro do cronômetro, o técnico do Flamengo, Gustavo de Conti, parou o jogo. Com a parada, o Flamengo melhorou seu ataque e abriu cinco pontos de vantagem. Fim do primeiro quarto: 16 x 21.

O segundo quarto começou com a defesa do Caxias do Sul Basquete muito bem postada, demorou mais de três minutos para os visitantes abrirem o seu placar. Com a boa proteção do seu garrafão, os donos da casa deixaram a diferença em apenas um ponto, mas perderam várias oportunidades de empatar ou até virar a partida. Os segundos passaram, e o Flamengo abriu seis pontos, obrigando o técnico Rodrigo Barbosa a parar o jogo. Como um dejavú, o Caxias deixou a partida em apenas um ponto, e a equipe carioca voltou a abrir vantagem. Fim do segundo quarto: 31 x 39.

O Caxias abriu o placar na volta do segundo tempo, mas o Flamengo não se intimidou e em dois ataques abriu 11 pontos, 33 x 44. O Caxias acertou uma cesta de três, mas no lance seguinte, os adversários também acertaram. Com ainda sete minutos de tempo no relógio, a equipe caxiense perdia por 36 x 49, com isso o técnico Rodrigo Barbosa parou o jogo. Após a parada, o Caxias Basquete até conseguiu segurar os cariocas, e aos poucos foi diminuindo a diferença no placar, faltando 29 segundos o Caxias deixou a diferença em quatro pontos. Fim do terceiro quarto: 53 x 57.

Já o quarto período começou com uma bola de três do argentino Konsztadt, o Caxias ficou a um ponto novamente. Numa cesta de três de Dawkins, o Caxias passou a frente no placar, pela primeira vez no jogo, 59 x 57. Com isso o técnico, Gustavo De Conti parou o jogo. A equipe caxiense chegou a abrir cinco pontos com o americano Kenny Dawkins, que bateu seu recorde pessoal de pontos em uma partida, 35.

Depois ambas as equipes trocaram de liderança no placar. O Caxias ficou a frente por 78 x 75. Porém, faltando oito segundos, a equipe do Flamengo empatou o jogo. A equipe caxiense tinha o ataque mas acabou desperdiçando, e o jogo foi para a prorrogação. Fim do quarto quarto: 78 x 78.

No tempo extra, os primeiros pontos da prorrogação foram de lances livres, para os dois lados, 82 x 79. Faltando 16 segundos, o Caxias estava dois pontos à frente do placar:  84 x 83. Faltando um segundo, o Flamengo recebeu uma falta, converteu um lance livre, errou o segundo, mas pegou o rebote e converteu a cesta, decretando sua vitória. Fim de jogo: 84 x 85.

Apesar da derrota, o Caxias Basquete ocupa a 14ª colocação com 33.3% de aproveitamento. São 18 jogos com seis vitórias e 12 derrotas. Com a finalização do primeiro turno, o Caxias Basquete volta para quadra no dia 12 de janeiro, às 19h30, no clássico gaúcho contra o União Corinthians em Santa Cruz do Sul. O time caxiense só falta a johar em casa no início de fevereiro.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp