CIC Caxias promove RA em fevereiro com palestra de Percival Puggina

Evento ocorre na próxima quarta-feira (15)

Publicado por
14:21 - 10/02/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
CIC Caxias promove RA em fevereiro com palestra de Percival Puggina

(Foto: Ederson Nunes/CMPA)

O jornalista e escritor gaúcho Percival Puggina é o convidado da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias) para palestrar na reunião-almoço (RA) do mês de fevereiro. O evento ocorre na quarta-feira (15), às 11h45, no restaurante da entidade. “O futuro da liberdade” será o tema da palestra de Puggina. O calendário semanal dos eventos às segundas-feiras será retomado em 6 de março, com RA jantar para entrega do 19º Mérito Empreendedora.

Percival Oliveira Puggina nasceu em 1944, em Santana do LivramentoGraduou-se em arquitetura e urbanismo em 1969 e dedicou-se a essa profissão e vocação durante 16 anos. Em praticamente todo esse período atuou em projetos de grande porte na Companhia Internacional de Engenharia, à época uma das três maiores empresas de projetos do país. 

Com normalização institucional de 1985, foi atraído para a política partidária filiando-se, inicialmente, à recém-formada Frente Liberal, de cuja bancada, durante seis anos, foi coordenador na Assembleia Legislativa Posteriormente, filiou-se ao PDS, hoje o Progressistas. 

No PDS, criou e presidiu durante seis anos a Fundação Tarso Dutra de Estudos Políticos e Administração Pública, sendo responsável pela formação para a vida pública de inúmeros jovens que hoje ocupam posição de destaque nos parlamentos, nos governos e nas administrações municipais. Exerceu a vereança em Porto Alegre, em 1996, como primeiro suplente, em substituição ao titular, vereador João Antônio Dib. 

Em 2013, Percival Puggina desfiliou-se do Partido Progressista, abandonando a vida partidária com a qual esteve envolvido durante três décadas. 

A partir dos anos 80, dedicou-se, também, à atividade literária, escrevendo, semanalmente, para centenas de jornais, revistas, sites e blogs em todo o país. Durante 21 anos, de 1985 a 2006, foi colunista semanal do Correio do Povo. A partir de então, durante 10 anos, tornou-se colunista dominical de Zero Hora. Em 2002, criou a empresa Texto e Contexto Comunicação Ltda., da qual é sócio-diretor, dedicada à geração de conteúdo.  

Foi agraciado pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul com a medalha Simões Lopes Neto, creditada a “excepcional atuação no campo das Artes” (2010). A Associação de Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG) lhe concedeu a Medalha de Honra ao Mérito como colaborador emérito no RS (2013). Em 2014, foi eleito para a Academia Riograndense de Letras, como titular cadeira nº 7. Recebeu o título honorífico de Cidadão de Porto Alegre (2019). Recebeu da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul a Medalha do Mérito Farroupilha (2022)

É autor das obras Crônicas Contra o Totalitarismo (2001), Cuba, a Tragédia da Utopia (2004); Pombas e Gaviões (2010); A tomada do Brasil pelos maus brasileiros (2014); e A Tragédia da Utopia (atualização e ampliação da edição anterior 2019). Participou das seguintes obras coletivas: Lanterna na Proa – Cem anos de Roberto Campos (2010); Perspectivas de Liberdade (2016); Desconstruindo Paulo Freire (2018); Dynamic Mindset – Ideias instigantes que transformam (2019). 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp