Aplicação de inseticida contra a dengue e visitas domiciliares seguem em Caxias do Sul

Ação é permanente e conta com o apoio da comunidade para eliminação dos focos, pois 70% estão em residências

Publicado por
18:00 - 19/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Edival Fidelis / Prefeitura de Caxias do Sul

O trabalho de combate à dengue segue em Caxias do Sul, com atuação reforçada nas regiões onde há confirmação de caso de dengue. Nesta sexta-feira (19), por exemplo, a equipe da Vigilância Ambiental em Saúde esteve no bairro Monte Carmelo, onde realizou a aplicação de inseticida adulticida, que mata o mosquito Aedes Aegypiti adulto.

Esse trabalho é precedido de visitas realizadas pelos agentes de combate às endemias, que visitam as residências para comunicar sobre a aplicação do produto e repassar orientações. Quando não encontram moradores em casa, eles deixam um comunicado na caixa de correio.

Em paralelo, a equipe segue o trabalho de orientação e conscientização realizado pelos agentes de combate às endemias, com visitas domiciliares e a empresas para orientações e identificação de focos do mosquito; bem como monitoramento de pontos estratégicos (onde há grande probabilidade de encontrar focos do mosquito, como cemitérios, floriculturas, ferros-velhos). Até o momento, foram identificados 618 focos, todos devidamente eliminados, e confirmados 122 casos de dengue.

“Esse aumento de focos demonstra a adaptação do mosquito ao nosso clima e as condições que fornecemos a ele, ou seja, a água parada em diferentes recipientes, seja um balde, lonas, caixas de água, ralos, piscinas, potes, latas e etc. Diariamente os nossos agentes percorrem os bairros fazendo as visitas, coletando amostras de larvas, pupas e mosquitos adultos, eliminando criadouros de forma mecânica ou tratando o recipiente com larvicida, quando estes não podem ser virados, quebrados ou eliminados”, comenta o diretor técnico da Vigilância Ambiental em Saúde, Rogério Poletto, acrescentando que cerca de 70% dos focos do mosquito, responsável pela transmissão da doença, são encontrados em residências.

Orientações para a população evitar a proliferação do mosquito:

  • Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos
  • Recolher o lixo do pátio
  • Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela Codeca
  • Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva, ou encaminhá-los à Central de Armazenamento de Pneus Inservíveis da Codeca
  • Tampar caixas d’água
  • Colocar telas milimétricas em caixas d’águas descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos
  • Limpar as calhas
  • Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água
  • Eliminar os pratinhos das plantas

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp