BR-470, entre Bento Gonçalves e Veranópolis é desobstruída mas segue interditada

Trechos mais afetados foram entre os quilômetros 178 e 202, incluindo a cabeceira da Ponte Ernesto Dornelles

Publicado por
09:52 - 17/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto: Divulgação

Os 45 pontos de deslizamento na BR-470 entre os quilômetros 178, em Veranópolis, e 202, em Bento Gonçalves foram desobstruídos nesta quinta-feira (16) pelas equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), mas trecho segue bloqueado por tempo indeterminado.

Foram 16 dias de trabalho intenso, com cerca de 100 homens, para realizar a desobstrução de um dos pontos mais críticos das estradas federais. Último ponto de bloqueio estava localizado na cabeceira da Ponte Ernesto Dornelles, no lado de Veranópolis.

Orçamento estimado para a recuperação da BR-470 nestes pontos é de R$ 500 milhões, dos R$ 1,2 bilhões disponibilizados pelo Ministério dos Transportes para o Dnit. A estimativa de acordo com o Dnit é que as obras para recuperar totalmente os estragos na rodovia durem no mínimo 18 meses.

Na última quarta-feira (15) o ministro dos Transportes, Renan Filho, esteve na BR-470 para averiguar os estragos causados pelas fortes chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul nas últimas semanas. Segundo ele, um trabalho conjunto entre governos Municipal, Estadual e Federal será fundamental para agilizar os trabalhos de reconstrução do trecho o mais breve possível, pois este é um dos mais importantes acessos da região.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp