Formação de lideranças femininas no campo tem programa lançado pela Cooperativa Vinícola Aurora

Apresentação do Comitê Elas Pelo Coop faz parte das iniciativas que buscam fortalecer o papel das mulheres na companhia. Número de associadas cresceu 165% em uma década e quadro de funcionárias corresponde a 40% do total de colaboradores

Publicado por
21:30 - 20/11/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

A formação de lideranças femininas assim com o a ampliação da participação das mulheres em todos os seus espaços é a inteção da Cooperativa Vinícola Aurora, que apresentou nesta segunda-feira, 20, o Comitê Elas Pelo Coop. Numa tarde dedicada às mulheres que fazem parte da organização, foi lançado o grupo integrado por uma representante de cada um dos 20 núcleos que compõem a cooperativa (confira abaixo a relação das porta-vozes), que conta com 1.067 cooperados e mais de 500 funcionários. O mandato das empossadas é de dois anos.

A criação deste espaço está alinhada ao movimento nacional de formação de lideranças femininas encabeçado pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).Ainda no evento foram certificadas 16 iniciativas do Aurora Mulheres Empreendedoras (AME). O projeto nasceu em 2021 como uma ferramenta de estímulo à diversificação de renda e capacitação para o desenvolvimento de atividades complementares à produção de uvas pelas cooperadas.

O presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Vinícola Aurora, Renê Tonello (foto ao lado) reafirmou o compromisso da companhia em valorizar a participação das mulheres associadas.formação de lideranças femininas

“Entendemos que isso passa pela formação contínua, pela abertura de novos espaços de diálogo e pelo preparo destas lideranças. Ficamos muito satisfeitos com a receptividade desta proposta e com o interesse das cooperadas em fazer parte da continuidade desta jornada de transformação”, reconheceu.

Para Jessyca Bolzan, analista do Setor Social da companhia, o lançamento do comitê é o ponta pé inicial de uma série de ações que marcam um novo rumo no quadro de familiares e cooperadas da Aurora. Ela explicou que, mais do que ampliar a participação, as 20 mulheres que integrem o grupo receberão formação e qualificação específicas para que possam assumir o protagonismo dentro da própria cooperativa. As demais mulheres associadas também terão acesso as capacitações que ajudarão no processo de fortalecimento das suas participações na cooperativa.

“Desde o início da história da Aurora as mulheres têm um papel fundamental e o lançamento deste comitê é mais um passo rumo a um futuro ainda mais inclusivo e socialmente justo dentro da cooperativa. Desde a formação de jovens lideranças até a participação como representante dos núcleos, estamos reforçando a atuação da mulher rural nesta que é a maior cooperativa vinícola do país”, valorizou.

Atualmente, a Aurora conta com 220 cooperadas, 165% a mais em comparação com uma década atrás. No quadro de funcionários são 216 colaboradoras, ou seja, mais de 40% do total. Cargos de lideranças em setores estratégicos, como Recursos Humanos, Turismo, Administração e Quadro Social são ocupados por mulheres.

No programa Aprendiz Cooperativo do Campo, que estimula a sucessão rural entre as famílias de cooperados, as jovens mulheres são maioria: num total de79 formados pela iniciativa, 45 são do sexo feminino.

Após a formalização do Comitê Elas Pelo Coop e da entrega dos novos certificados às participantes do projeto AME, as cooperadas dividiram suas experiências com a jornalista esportiva Alice Bastos Neves. Ela relatou a sua trajetória de dedicação e superação de barreiras. Ela precisou suplantar um ambiente predominantemente masculino, que é o jornalismo esportivo, para chegar no patamar em que está, reconhecida pela competência e sendo referência em todo o Estado.

Saiba quem são as 20 integrantes do Comitê Elas Pelo Coop:

  • Maiana Salton – Linha Paulina, Bento Gonçalves
  • Rosilene Zacaron – Faria Lemos, Bento Gonçalves
  • Patrícia Pedrotti – Tuiuty, Bento Gonçalves
  • Vanilse Possamai – São Valentim (Ala Norte), Bento Gonçalves
  • Eda Ozelame – São Valentim (Ala Sul), Bento Gonçalves
  • Sandra Cimadon – Linha Alcântara, Bento Gonçalves
  • Rojane Smalti – Vale Aurora, Bento Gonçalves
  • Alexandra Garbin – Linha Eulália Baixa, Bento Gonçalves
  • Estela Frare Rossato – Linha Eulália Alta, Bento Gonçalves
  • Débora Lanfredi – Busa/Graciema, Bento Gonçalves
  • Giovana Lazzarotto Mejolaro – Linha Leopoldina, Bento Gonçalves
  • Dilce Ferro – Ala Norte, Monte Belo do Sul
  • Gentilha Gonzatti – Ala Sul, Monte Belo do Sul
  • Daiane De Toni – Linha Brasil, Pinto Bandeira
  • Edena Pavan Moroni – Pinto Bandeira
  • Angelica Belli – São Valentim do Sul
  • Carla Sperança – Cotiporã
  • Márcia Grapeggia – Lajeadinho, Veranópolis
  • Ivone Riboldi Belle – Linha Buratti, Bento Gonçalves
  • Cristiane Arsego Strapazzon – São Pedro, Bento Gonçalves

Raio X das mulheres na Cooperativa Vinícola Aurora
* Número de cooperadas cresceu de 83 para 220 associadas, entre 2013 e 2023, um aumento de 165%;
* A média de idade das produtoras cooperadas é de 58 anos;
* No quadro de funcionários são 216 colaboradoras, 40,8% do total de empregados da companhia;
* A média de idade das funcionárias da cooperativa é de 37,1 anos;
* O tempo médio de atuação na organização é de 7,7 anos;
* Entre os menores aprendizes, 14 são mulheres;
* No programa Aprendiz Cooperativo do Campo, do total de 79 formados, 45 são jovens mulheres.

Fotos de Eduardo Benini/Cooperativa Aurora

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp