Envase Brasil fecha com estimativa de R$ 125 milhões em negócios em Bento Gonçalves

Vendas superaram a expectativa dos organizadores, que destacam a qualificação do público visitante aos mais de 120 estandes

Publicado por
08:36 - 26/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Envase Brasi

Em nova fase, sob a gestão do  Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), a Envase Brasil renovou o ânimo dos fabricantes de equipamentos para a indústria de bebidas e alimentos, superando a expectativa na geração de negócios. As estimativas apontam para a confirmação de um faturamento em torno dos R$ 125 milhões.

“O CIC-BG, como incentivador do desenvolvimento econômico, mais uma vez imprimiu sua marca ao ser um agente integrador da cadeia do setor, fomentando os negócios, ampliando relacionamentos e gerando prospecção”, disse o presidente da entidade, Carlos Lazzari.

A presidente do Conselho Superior do CIC-BG, Marijane Paese, ressalta o nível de qualificação dos visitantes, que entusiasmou os expositores.

“Tivemos um diferencial importante, o público profissional e qualificado. Isto, sem dúvida, é um diferencial, a feira garantiu a satisfação dos expositores, surpreendeu e superou as melhores expectativas. Agora, o desafio é pela continuidade e evolução permanente”, comentou.

Durante os três dias de programação, este ano (23 a 25 de abril0, segundo os organizadores, mais de 6 mil visitantes passaram pela feira. Foram 120 marcas expositoras, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves. Em 2026, a Envase Brasil vai ocorrer de 14 a 16 de abril.

Negócios satisfazem expositores

Transações entre fornecedores e clientes foram a marca da Envase 2024. Na tarde desta quinta-feira (25), por exemplo, a Luvison Equipamentos para Couro e Líquidos, de Caxias do Sul, comemorou o fechamento de uma importante venda – uma linha de produção completa que será instalada em uma vinícola no Vale do São Francisco (Bahia).

“Normalmente, a gente não visa o fechamento de negócios durante a feira, o objetivo é a prospecção. Mas nessa edição da Envase, que para nós foi excelente, tivemos a oportunidade de concretizar essa venda. Agora, vamos levar nossos equipamentos para uma vinícola de alto padrão, expondo nosso trabalho para uma região muito conceituada nesse segmento“, comentou o diretor da empresa, Antônio Luvison.

Envase Brasil

Diretores do CIC, que promoveu a feira e clientes/expositor, em fechamento de negócio

Na Envase, o empresário Jairo Pinto Vaz, diretor da Vinícola Vaz, encontrou condições extremamente favoráveis para realizar o sonho de comprar o equipamento necessário para começar a produzir vinhos.

“A Envase é uma referência em termos de equipamentos para o setor de bebidas, aqui encontramos reunida toda a tecnologia disponível para esse tipo de atividade. Aproveitamos essa oportunidade e esse espaço para fechar negócio”, disse.

A satisfação com a Envase Brasil era evidente entre expositores como Judenor Marchioro, diretor executivo da Robopac, que produz soluções em envase e embalagem.

Além de estar na nossa cidade, é uma feira focada no segmento e, agora, puxada pelo CIC-BG, ganha um valor gigantesco. Nossa participação foi além da expectativa, estamos muito satisfeitos com os resultados conquistados, recomendando a participação de todos na feira, que foi maravilhosa”, atestou

Já Miguel Gava, gerente comercial da Mesal, fabricante de máquinas e equipamentos para linhas de envase e paletização, destacou a aproximação com os clientes e, também, os negócios concretizados na feira.

“Além da representatividade da Envase, ela está na cidade onde estamos estabelecidos, facilitando a aproximação com clientes, o relacionamento e o networking. A feira foi ótima, trouxemos clientes para cá e fechamos alguns negócios que vínhamos fomentando durante o ano”, disse.

Na Zegla, que produz linhas completas para a indústria de bebidas, o sentimento era similar.

“A Envase nos reúne com toda cadeia de suprimentos do nosso mercado e também com os nossos clientes, sendo um momento de encontrar muitos parceiros, nos surpreendeu positivamente”, garantiu o diretor executivo da empresa, Arthur Milani Stringhini.

O diretor comercial da Sava Equipamentos, Carlos Alberto Sanches, salientou a importância da feira para o segmento e para a fabricante de equipamentos, representação e assistência técnica para a indústria de bebidas.

“A Envase é um momento para mostrarmos novidades, ter contato com clientes, além de prestigiar esse evento importante, agora sob nova direção. Esperamos que a feira, que já e boa, cresça ainda mais“, projetou.

Para o CEO da Dalca Brasil, Bruno Dal Fré, a presença da empresa desenvolvedora de automação industrial na Envase foi uma oportunidade de se aproximar das inúmeras fabricantes de máquinas e equipamentos da Serra e de outras cidades.

“Trouxemos novas tecnologias, que são disruptivas para esse público, para que possam visualizar um pouco de futuro, ter um contato com inovação para vislumbrar novas tendências de mercado e contar com a gente para futuros projetos”, observou.

Quem também comemorou a participação foi a Biotecsul.

“A participação na feira foi um divisor de águas. Desde o primeiro dia, fechamos todos os negócios que estavam planejados. A experiência foi tão positiva que já confirmamos presença na edição de 2026”, garantiu a diretora executiva Cláudia Stefenon.

Contribuindo com esse contexto de incentivo econômico, a Envase Brasil teve, em seu primeiro dia, espaço dedicado ao projeto Rodada de Negócios, com 13 indústrias de bebidas compradoras e aproximadamente 60 potenciais fornecedores e vendedores, conectando os elos do setor.

Programação enriqueceu experiência

Além do espaço expositivo, a feira contou com vasta programação de conteúdo. Foram 13 palestras e sete workshops, reunindo mais de 20 nomes de diversos setores, que trouxeram tendências e novidades do setor. Eles apresentaram assuntos que foram do mercado de vinhos a segurança alimentar, de cenários para microcervejarias a linhas de crédito para o setor de alimentos. Entre os nomes, palestrantes internacionais como o italiano Fausto Faggioli, especialista em agroturismo, que apresentou o tema no Meeting Wine Experience, a partir de cases de seu país, referência mundial na atividade.

A Envase também promoveu o Meeting Beer, painel que contou, entre outros, com a presença da NielsenIQ, líder global em inteligência de mercado; e com a premiação da 2º Copa Sul-Americana de Cerveja. Outro destaque foi a 5ª Conferência Segurança de Alimentos e Bebidas, cuja participação reuniu especialistas como o diretor de Certificação da ABNT, Antônio de Oliveira; e a representante da FSSC (Food Safety System Certification) para a América Latina, Juliani Arimura.

A 15ª Envase Brasil teve o patrocínio de Sebrae, Caixa Econômica Federal, Governo Federal, Brasil, União e Reconstrução, Prefeitura de Bento Gonçalves, BRDE, Badesul e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Foram apoiadores Abimaq, UP Play Quanta, Simecs e Via Sul.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp