Cadastro Vitícola Nacional: projeto tem avanços apresentados em Bento Gonçalves

Trabalho avançou e em breve possibilitará um mapa competo da dinâmica do setor da viticultua em todo o território nacional

Publicado por
08:58 - 15/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

O Cadastro Vitícola Nacional foi atração durante a reunião da Câmara Setorial de Viticultura, Vinhos e Derivados do Ministério da Agricultura realizada em Bento Gonçalves. O encontro se realizou durante a realização da Tecnovitis, feira voltada à Fruticultura e cadeia da uva e vinho. Após dois anos da reunião de apresentação do Projeto do Cadastro com base no Sistema de Informações da Área de Vinhos e Bebidas (Sivibe), José Fernando da Silva Protas, pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, apresentou os avanços obtidos com a execução do trabalho.

“Com base nos resultados iniciais deste primeiro ano efetivo de internalização do SIVIBE, reforçam-se as nossas expectativas de que, ao término do trabalho, junto aos principais polos produtores vitícolas nacionais, teremos um detalhado panorama da produção vitícola brasileira nos diferentes territórios. Será um mapa completo, na dimensão de seus impactos nos aspectos econômico, social e cultural, dos respectivos territórios”, pontuou Protas ao apresentar trabalho. Ele destacou que atualmente a única fonte com estatísticas setoriais disponíveis e acessível são as geradas, através de estimativas, pelo IBGE. Desta fomra, em breve haverá uma base mais robusta e detalhada, com base no SIVIBE.

Em 2023, foram realizados eventos em 32 cidades, capacitando 830 pessoas, nos principais polos vitícolas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Espírito Santo.. Todas as atividades foram coordenadas e executadas pelos pesquisadores da Embrapa Uva e Vinho José Fernando da Silva Protas e Joelsio Lazzarotto, com o apoio das Superintendências do MAPA dos estados envolvidos e entidades estaduais vinculadas ao Agro. Os resultados já podem ser conferidos no Painel de dados do SIVIBE disponível em https://mapa-indicadores.agricultura.gov.br/publico/extensions/SIVIBE/SIVIBE.html

Os avanços foram celebrados por todos os Cadastro vitícolaparticipantes da 63ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial de Viticultura, Vinhos e Derivados, pois a implantação Nacional do Cadastro Vitícola era um sonho antigo. Apenas o Estado do Rio Grande do Sul havia implantado este instrumento da política vitivinícola nacional. Daniel Panizzi, presidente da Uvibra, foi um dos primeiros a se manifestar parabenizando o trabalho realizado. Umberto Cereser, destacou a importância do trabalho para que a partir do conhecimento da realidade do setor possam ser propostas políticas públicas adequadas à realidade da vitivinicultura brasileira.

 

Confira as realizações de 2023:

– Elaboração e disponibilização “on line” do Manual do Usuário.

– Elaboração e distribuição de folder simplificado com os principais elementos operacionais, durante as Reuniões nos polos vitícolas.

– Produção e disponibilização de vídeos explicativos na página, no site da Embrapa Uva e Vinho, com todas as informações centralizadas.

– Criação de uma rede de apoio de usuários e técnicos no WhastApp para trocas de informações sobre o tema.

– Implantação de Central de Serviços para os usuários do Sivibe com atendente disponível para esclarecer as dúvidas, de segunda a sexta, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30, pelo e-mail: [email protected] ou pelo telefone: 0800 292 1400.

– Central de Atendimento do MAPA: E-mail: [email protected].
Para entender: Reconhecida pelo trabalho desenvolvido  desde 1995 na coordenação do antigo Cadastro Vitícola do Rio Grande do Sul, a Embrapa Uva e Vinho está apoiando o Ministério da Agricultura e Pecuária e liderando o projeto para  a implementação do Cadastro Vitícola Nacional,  o Sistema de Informações da Área de Vinhos e Bebidas (Sivibe). Neste sistema os viticultores irão se cadastrar e declarar a produção anual das suas respectivas produções de uvas. As declarações agregarão o total da produção colhidas entre o dia 1 de julho de determinado ano e o dia 30 de julho do ano seguinte. O objetivo é orientar e sensibilizar os produtores para a importância das informações prestadas.

Sobre o Sivibe:

O Sistema contempla o registro, por parte dos viticultores relativamente às áreas implantadas, quantidade produzida em cada safra, por variedade e a destinação desta produção. Também permite a comprovação e análise desses dados por parte da fiscalização agropecuária visando o controle da produção vinícola nacional. O sistema vai otimizar o controle e o monitoramento da produção vitícola nacional. O acesso ao Sivibe é no endereço: http://sistemasweb.agricultura.gov.br/pages/SIVIBE.html.

Com a implantação do Cadastro Vitícola Nacional, o Brasil terá uma base de dados que além de refletir o perfil da realidade da viticultura nacional, possibilitará o estabelecimento de políticas de desenvolvimento setorial focada nas prioridades e demandas da cadeia produtiva. Trata-se, portanto, de um importante passo no sentido da organização competitiva da vitivinicultura brasileira.

Fonte e fotos: Viviane Zanella/ Assessoria da Embroa Uva e Vinho

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp