Bento Gonçalves firma convênio com a UCS para mapear indicadores de resiliência

A parceria prevê a construção de um planejamento e governança para a construção de uma resiliência urbana sustentável. O prazo para a realização do trabalho é de seis meses

Publicado por
16:47 - 14/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Foto Emanuele Nicola

O Município de Bento Gonçalves firmou, na última quarta-feira (12),  um protocolo que incluirá a cidade nas pesquisas que a Universidade de Caxias do Sul (UCS) vem fazendo para diagnosticar indicadores que permitem o enfrentamento dos desastres climáticos. A assinatura teve a presença do reitor Gelson Rech; do prefeito Diogo Siqueira e secretários; presidente da Fervi, Leonardo Stefani; e o sub reitor Fabiano Larentis.

O trabalho se dá a partir do grupo de pesquisa CityLivingLab, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração. Ele prevê a construção de um planejamento e governança para a construção de uma resiliência urbana sustentável. E o prazo para a realização do trabalho é de seis meses.

A implantação do Mapeamento dos Indicadores de Resiliência – já formalizada com os municípios de Caxias do Sul e de Santa Tereza – é uma das frentes do Programa de Cidades Resilientes, desenvolvido pelo CityLivingLab. Com o uso de uma plataforma digital, os pesquisadores cruzarão dados abertos com informações oficiais do Poder Público para monitorar indicadores de resiliência contemplando áreas como água, economia, educação, energia, finanças, governança, saúde, segurança e transporte. Também será elaborado um relatório contendo os resultados da pesquisa, análises e recomendações.

O reitor Gelson Rech contextualiza a iniciativa na histórica relação de parceria estabelecida com a comunidade de Bento Gonçalves.

“Para além das ações de assistência realizadas, a proposta é disponibilizar o conhecimento científico e o serviço tecnológico como representações concretas do senso comunitário da Universidade, um de seus grandes valores institucionais. Fazemos a diferença a partir de pesquisa, inovação, ensino e extensão, unidos à prestação de serviços à região”, afirma.

O encontro na Prefeitura de Bento Gonçalves também oportunizou à UCS, a apresentação de outras possibilidades de colaboração técnico-científica aos municípios afetados pela maior tragédia climática do Estado.

O portfólio de projetos conta com soluções como o ReNova Cidades, que pontua os diversos planos, diagnósticos e contribuições na área do planejamento territorial, urbanístico, de sustentabilidade e saneamento que a Instituição pode oferecer para as cidades se prepararem para momentos distintos”, explica a pró-reitora de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, professora Neide Pessin.

O objetivo é dispor de conhecimentos e ferramentas para enfrentar e gerir os riscos associados a tragédias climáticas e aos desafios urbanos contemporâneos.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp