5ª Tecnovitis, que segue até sexta, traz conhecimento e novas tecnologias ao agricultor

Drones, colheita macanizada, controle de pragas biológico estão no centro da feira

Publicado por
11:56 - 07/12/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
5ª Tecnovitis

A 5ª Tecnovitis, traz tecnologias novas, transmissão de conhecimento e muitos contatos com troca de informações e teve início na manhã de quarta-feira continuando até sexta, dia 8.

Na noite de quarta-feira, tendo como local o salão de eventos do Hotel Villa Michelon, ocorreu a abertura oficial do evento, com presença de autoridades.
Mais de 120 expositores – crescimento de 20% em relação à edição anterior, realizada em 2021 – fazem negócios e apresentam significativas novidades tecnológicas. Desde produtos para tratamento das videiras – este ano a feira abrange a fruticultura em geral – até drones e evolução nos equipamentos para a colheita mecanizada.

O presidente do Sindicato Rural da Serra, entidade promotora do evento, agradeceu às inúmeras parcerias que permitem a realização do evento. Para Elson Schneider, o espaço da Tecnovitis, como última feira do ano no calendário, é um espaço democrático que une a cadeia produtiva, não apenas para novas tecnologias, mas para debates importantes com alcance ao trabalho de campo do agricultor.

O vice-presidente da Farsul, Francisco Chardon, destacou a visão de Schneider e disse que ele compartilha de uma lógica adotada pela entidade: “Para a Farsul não interessa o tamanho do produtor, se pequeno ou grande. Nos importamos com todos e somos felizes pela parceria estabelecida com a Tecnovitis.

5ª tECNOVITIS

Autoridades prestigairam a abertura oficial na noite de quarta-feira

O secretário estadual do Desenvolvimento Rural, Ronaldo Santini destacou o momento de união em torno da necessidade de reconstruir cidades inteiras que sofreram com intempéries. Ele lembrou que desde que é Secretário foram 14 tornados, três estiagens e inúmeras incidências de chuvas de granizo. Dirigindo-se à prefeita de Santa Tereza, Gisele Caumo, presente ao ato, prometeu que estará ao lado na reconstrução e apoio ao produtor rural.

O assessor para Negócios do Agro da Sicredi Serrana, Carlos Berres, referendou os dados de Santini e declarou que nunca antes a entidade creditícia foi tão acionada para pagamento de seguros. “Novembro foi o auge, tivemos acionamento de 850 seguros anti granizo e 218 seguros agro.

CONHECIMENTO E EQUIPAMENTOS

As ofertas na feira são amplas. Vão de camionetes com desconto para o produtor rural ou drones para o emprego de produtos de controle a pragas assim como equipamentos de colheita. Já na área de seminários os assuntos vão da captura de carbono à adoção do controle biológico na lavoura ou certificação de produtos. Neste aspecto entidades como Emater, Embrapa e Instituto Federal são protagonistas.

Na tarde desta quinta-feira está prevista reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Uva, Vinho e derivados. O foco é na questão do contrabando e também no enquadramento do vinho na reforma tributária. Na tarde de sexta, com início às 14horas se realiza audiência pública com autoridades para debater as questões do setor.

A feira ocorre até às 18h de sexta-feira nas áreas da Sociedade 8 da Graciema e Hotel Villa Michelon em Bento Gonçalves.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp