138 famílias podem retornar para casa em Bento Gonçalves após deslizamentos

Outras 171 permanecem em análise do Núcleo de Riscos Geológicos. Moradores devem aguardar o contato da Defesa Civil

Publicado por
08:56 - 06/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
138 famílias podem retornar para casa em Bento Gonçalves após deslizamentos

Nota técnica com informações sobre as residências foi apresentada em reunião nesta terça-feira (05). (Foto: Divulgação/ASCOM - PMBG)

O Núcleo de Riscos Geológicos (NRG) de Bento Gonçalves continua a análise das áreas afetadas pelos deslizamentos ocorridos em 1º de maio. Até o momento, 309 famílias do interior do município foram cadastradas para verificação de suas residências. Os profissionais executam o relatório de cada localidade.

Nesta terça-feira (04), em uma reunião na Prefeitura, foi apresentada a primeira nota técnica com informações sobre as residências. De acordo com o documento, 138 famílias podem retornar para casa. A Defesa Civil está comunicando essas famílias e fornecendo orientações sobre o monitoramento necessário. As outras 171 famílias permanecem em análise.

A reunião contou com a presença dos secretários de Governo, Márcio Possamai, de Segurança, Tenente-coronel Paulo César de Carvalho, de Esportes e Desenvolvimento Social, Wagner Dalla Valle, diretora do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano, Melissa Bertoletti, geólogo Lucas Rafael Noremberg, coordenador da Defesa Civil de São João Batista, Kleber de Moura, da diretora de Habitação e Assistência Social, Gabriela Demeda e Guarda Civil Municipal.

O geólogo Lucas Rafael Noremberg destacou a importância de uma verificação criteriosa das áreas de risco e pediu que as famílias aguardem o contato das equipes profissionais.

“É um trabalho que exige análise in loco dos profissionais e uma verificação criteriosa da área. Por isso, solicitamos que as famílias aguardem o contato das equipes”, explicou Lucas.

Conforme o secretário de Governo, Márcio Possamai, o trabalho de análise e segurança para as famílias retornarem para suas casas está avançando.

“Posteriormente, será executado o plano de monitoramento e treinamento”, afirmou.

As famílias que ainda não realizaram o cadastro de suas áreas podem procurar o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPURB) no Complexo Administrativo, sala 02, Cidade Alta, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Informações adicionais podem ser solicitadas pelo telefone da Defesa Civil: 99129-0602.

A Prefeitura de Bento Gonçalves alerta que não solicita, por telefone, informações bancárias, pagamentos ou documentos.

Sobre o NRG

Cerca de 56 profissionais, como engenheiros e geólogos, já contribuíram com o trabalho do Núcleo de Riscos Geológicos. São servidores da Vale, do CREA de Minas Gerais, GeroRio, Defesa Civil do Rio de Janeiro, Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro, GroundProbe, Hexagon, MecRoc – Mecânica de Rochas, Faculdade da Serra Gaúcha, Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo, Estado do Rio Grande do Sul, Bento Gonçalves e Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPURB).

Além disso, 02 radares geotécnicos e 06 instrumentos de monitoramento foram instalados nas quatro principais áreas de risco, em parceria com as empresas GroundProbe e Hexagon.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp