Ambulatório Trans é inaugurado em Caxias do Sul

Serviço realizará procedimento de hormonioterapia de forma assistida

Publicado por
18:28 - 12/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Ícaro de Campos/Prefeitura de Caxias)

Foi inaugurado nesta sexta (04) o Serviço Ambulatorial Especializado no Processo Transexualizador – Ambulatório Trans de Caxias do Sul. Uma iniciativa vinculada à Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o objetivo principal é fornecer um ambiente seguro e assistido por profissionais capacitados para o procedimento. O espaço fica localizado no primeiro andar do Centro Especializado de Saúde (CES).

Localizado no primeiro andar do CES, o ambulatório conta com uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e farmacêuticos, todos vinculados à SMS.

Daniele Meneguzzi, secretária da Saúde, destacou que a criação do ambulatório é uma realização alinhada com as metas do Plano Municipal de Saúde, atendendo a uma demanda identificada na Conferência Municipal de Saúde.

(Foto: Ícaro de Campos/Prefeitura de Caxias)

A aquisição dos medicamentos, conforme o protocolo de hormonização, foi viabilizada por meio de uma emenda parlamentar de R$1,5 milhão, encaminhada pela deputada Fernanda Melchionna. A deputada expressou sua satisfação em contribuir para o projeto e expressou seu apoio à ampliação do serviço para além das fronteiras municipais.

“A gente firma essa parceria desse serviço, onde já se tem a busca tanto para a hormonização como para uma série de atendimentos da comunidade. Esperamos que seja um passo inicial de uma política continuada, que siga sendo financiada e fomentada pelos serviços públicos de saúde do município e com atendimento de qualidade”.

O apoio de promotores de saúde LGBTQIA+, ativistas e representantes da sociedade civil foi fundamental para o estabelecimento do ambulatório. Cléo Araujo, representante da ONG Construindo Igualdade, enfatizou a importância da ação conjunta. “Essa ação conjunta mostra como a política tem que ser: pluralmente, em benefício da sociedade. A saúde tem que ser pensada com os direitos humanos”.

A vice-prefeita Paula Ioris enfatizou a importância do novo serviço durante a cerimônia de inauguração. “O ambulatório permitirá que pessoas trans realizem o tratamento de forma segura, assistida por profissionais habilitados, sem risco à saúde. Isso é crucial”, ressaltou.

O ambulatório oferecerá um serviço completo, incluindo acolhimento, consulta psicológica e de enfermagem, avaliação médica e acompanhamento, consulta farmacêutica, encaminhamento para exames, aplicação e dispensação de hormônios. O público-alvo são pessoas com 18 anos ou mais residentes de Caxias do Sul.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp