20º Entrai encerra com recorde de público e enaltecendo a imigração italiana

Evento contou com a presença do governador em exercício e do cônsul-geral da Itália em Porto Alegre.

Publicado por
18:08 - 21/05/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

A 20º Encontro das Tradições Italianas – Entrai, encerrou neste domingo (21), em Nova Milano, distrito de Farroupilha, a ampla programação da festa, realizada em dois finais de semana, com recorde de público, mais de 35 mil pessoas, que puderam vivenciar o resgate de valores e costumes trazidos pelos imigrantes italianos, a alegria das apresentações folclóricas e musicais, a religiosidade e a típica gastronomia.

Considerado o berço da imigração italiana, foi exatamente em Nova Milano que há 148 anos chegaram as três primeiras famílias oriundas de Milão, na Itália, dando início à imigração italiana no Rio Grande do Sul. Esse reconhecimento foi feito na abertura do Entrai, no dia 12 de maio, quando o governador em exercício, Gabriel de Souza, ressaltou a importância dos imigrantes italianos da Serra Gaúcha para o desenvolvimento do Estado. Da mesma forma, neste último sábado (20), a comitiva formada pelo cônsul-geral da Itália em Porto Alegre, Valerio Caruso, o vice-cônsul, Matteo Marroni e o cônsul honorário, Gelson Castellan, prestaram homenagens para a Associação de Moradores de Nova Milano, aos grupos folclóricos italianos Nanni e Nei Tempi Del Filó, ao Círculo Cultural Italiano e aos descendentes das primeiras famílias de Tommaso Radaelli, Stefano Crippa e Luigi Sperafico pelo Dia da Imigração Italiana. De forma inédita o consulado realizou uma ação de coleta dos dados biométricos necessários à emissão do passaporte eletrônico.

O balanço da festa traz números que impressionam, como a produção e comercialização pelo Clube de Mães As Milanesas de mais 27 mil grostolis, mil pães e 1.300 pratos italianos, sendo necessário para o preparo da polenta 550 kg de farinha de milho mais de 450 kg de linguiça e 4.000 ovos para a fortaia.
Foram servidos 1050 almoços aos domingos no Salão Paroquial. A Associação dos Moradores de Nova Milano vendeu 300 potes de polenta mole com molho e usou 230 litros de vinho no preparo do quentão. O Círculo Cultural Italiano contabilizou 300 vendas entre chimias, colomba (pão em forma de pomba), merendin (salame, queijo, tomates, ovo, azeitonas) mondongo, entre outros produtos. Desta vez as agroindústrias marcaram presença e a venda de salames chegou a 500 peças. As três cervejarias somaram 1.700 litros e a vinícola presente contabilizou 330 garrafas de vinho. Os lanches servidos em cestos, o tradicional choripam e a sopa no pão também tiveram alta procura. A feira do artesanato foi uma das atrações da festa assim como a diversificada opção de produtos da feira multissetorial.

As atrações culturais atraíram o púbico pois contaram com apresentações de teatro, corais, orquestra, apresentações de bandas e artistas locais e de nível estadual, grupos típicos do folclore italiano, músicas italianas, danças gauchescas. Além disso, os moradores do interior foram contemplados com a participação nos Jogos Coloniais e no 1º Torneio de Quatrilho. Teve ainda Encontro de Carros Antigos e missas em italiano.

A secretaria de Educação, Esporte, Cultura e Juventude, Luciana Zanfeliz, avaliou como muita positiva a edição 2023. “Foi uma festa harmônica, com tempo ensolarado e total envolvimento da comunidade. A presença do chefe do Estado e do Consulado da Itália mostra a representatividade do Entrai e do nosso município para a valorização da cultura italiana. A próxima edição será em 2025, quando ocorre os 150 anos da imigração italiana e certamente a nossa festa será palco para esta celebração”, informa.

O 20° Encontro das Tradições Italianas, contou com projeto de Lei Estadual via Secretaria de Estado da Cultura, com a realização da Prefeitura Municipal de Farroupilha, gestão cultural da AM9 Produções e tem o patrocínio de Vinícola Casa Perini e Jota Pe Vinhos, Biamar, Grupo Sazi, Multinova, Felico Móveis, Bigfer, Tecnova Oderich e Giro Transportes; apoio do Sicredi, Sebrae, Fachinni Extintores e Di Capri Hotel; financiamento Pró Cultura RS.

 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp