Vídeo: Neta ajuda avó de 88, vítima de racismo em Minas Gerais, a recuperar a autoestima: “sou feia”

Monique, a neta, ajuda avó Dona Maria, que foi vítima de racismo a vida toda a recuperar a autoestima e aparecer em público.

Publicado por
23:29 - 15/09/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Uma neta apaixonada ajuda a avó de 88 anos, vítima de racismo, que sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) a recuperar sua autoestima. É tanto carinho e dedicação que o último delas viralizou com maiss de 2,3 milhões de visualizações.

A idosa se sentia diminuída por causa da cor da pele, comia escondida e evitava aparecer em público. Dona Maria sempre repetia: “Sou feia”, “Meu cabelo é ruim” e “Sou negra”.

Com amor e carinho e paciência, a neta conseguiu resgatar a autoestima da avó e, no aniversário de 88 anos, ela foi ao salão para se embelezar e sorriu feito criança em frente ao bolo. No casamento, a neta entrou de mãos dadas com a avó e todos se emocionaram.

Se sentia “feia”

Monique se dedica integralmente à Dona Maria, desde que ela teve o AVC.  Moradora da zona rural de Minas Gerais, Maria da Natividade Teixeira Guilherme foi vítima de racismo nos locais em que trabalhou e até mesmo do marido, segundo a neta.

Criada com a avó, Monique sofria em ver o quanto ela se sentia diminuída e feia. Durante a anos, tentou mostrar o oposto à Dona Maria, que não conseguia se achar bonita.

A dor de ser alvo de racismo por tanto tempo pesava mais. Com a doença, a avó ficou mais flexível e a neta viu a oportunidade de ajudar a lidar com os traumas.

Pacientemente, Monique passou a conversar com Dona Maria sobre o cabelo e a aparência, conseguiu convencê-la a frequentar o salão de beleza e festas e se divertir.

O vídeo que viralizou

O vídeo “A história de superação da vó”, que viralizou, é um resumo dos principais momentos vividos pela neta e avó incluindo a ajuda constante, os desafios e as superações.

Com o AVC, o Alzheimer se acentuou, mas Dona Maria surpreende a cada momento e demonstra que vence os desafios. E, a neta é a ajuda constante, apoiando e orientando.

Nas imagens, a avó aparece cantando parabéns no aniversário de 88 anos, sendo arrumada para o casamento da neta e o grande momento: com vestido de festa, ela entra na cerimônia de mãos dadas com Monique.

Voltou a sorrir

A neta é puro amor à avó por quem foi criada desde os 3 anos. E o marido de Monique demonstra que também adotou dona Maria

Devagarinho, ela foi se transformando. Da senhorinha entristecida, introvertida e resistente ao convívio com outras pessoas, ela virou uma idosa sorridente e que ama conversar.

No perfil do TikTok, a neta conta os desafios e o cotidiano com a avó, mas muito da vida dela, uma pessoa que luta para ter uma vida digna ao lado das dificuldades de um jovem casal e suas limitações financeiras.

O humor e a sensibilidade dos relatos da neta cativaram a web. Muitas pessoas se identificaram com Monique e os vídeos postados por ela.

Queridinhas nas redes

Nas redes, neta e avó viraram queridinhas. Muitos seguidores se indignaram com os traumas por causa do racismo sofrido por Dona Maria, outros mencionam as dificuldades em tratar quem sofre de Alzheimer e todos comemoraram a superação.

“88 anos? Gente, ela parece ser muito mais nova. O cuidado realmente restaura a pessoa”, afirmou uma internauta.

Outra seguidora foi além. “É desse lado do TikTok que eu quero sempre estar, é tão bom saber que existem pessoas assim como vocês, do bem, parabéns por cuidar com tanto amor da sua avó”, reagiu.

Uma internauta que viveu as agruras de acompanhar uma tia com Alzheimer se solidarizou com Monique.

“Tenho uma enorme admiração por você, parabéns!! Ela lembra muito minha tia e mãe de criação que me deixou a 2 meses. É como se eu tivesse vendo [minha tia].”

Assista ao vídeo da neta que ajuda avó, vítima de racismo, a recuperar a autoestima:

Fonte: Só Notícia Boa

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp