Primeiro voo de longo alcance com aeronave civil remotamente pilotada é realizado pela Petrobras

Objetivos do voo incluíram testar a viabilidade do transporte de cargas de até 50 kg, melhorar a logística do transporte aéreo offshore e reduzir custos operacionais

Publicado por
08:00 - 11/07/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Petrobras

Foto: Cezar Fernandes / Agência Petrobras

O primeiro voo de longo alcance com uma aeronave civil remotamente pilotada percorreu cerca de 180 quilômetros entre a base da Petrobras no bairro Imbetiba, em Macaé (RJ), e a plataforma P-51, localizada na Bacia de Campos, no litoral fluminense. Esse marco foi alcançado em julho e representa um avanço significativo na utilização de drones para operações offshore.

Os objetivos do voo incluíram testar a viabilidade do transporte de cargas de até 50 kg, melhorar a logística do transporte aéreo offshore, reduzir custos operacionais e coletar dados para a integração segura com outras aeronaves no espaço aéreo. Além disso, essa tecnologia promete reduzir as emissões de gases de efeito estufa associadas ao transporte de cargas leves.

A Petrobras já utiliza drones para realizar tarefas como a pintura de plataformas e embarcações, atividades que tradicionalmente envolvem riscos significativos para os trabalhadores. A introdução de aeronaves remotamente pilotadas para o transporte de cargas é uma extensão natural dessas operações, aumentando a segurança e a eficiência das atividades offshore.

A análise dos dados coletados durante este voo inicial será concluída no segundo semestre deste ano. A Petrobras, em colaboração com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a NAV Brasil e a OMNI Táxi Aéreo, pretende realizar voos adicionais para simular operações em espaços aéreos compartilhados com outras aeronaves. Dependendo dos resultados dessas análises, a empresa poderá implementar o uso regular dessas aeronaves remotamente pilotadas para suas operações offshore.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp