Morre cantor Anderson Leonardo, vocalista do Grupo Molejo

Cantor fazia tratamento para combater um câncer inguinal na virilha desde outubro de 2022

Publicado por
15:02 - 26/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Em toda a carreira, foram dezenas de hits que animaram as festas do Brasil, como "Brincadeira de Criança", "Dança da Vassoura" e "Cilada"- (Foto: Reprodução/FM O Dia)

Ele fez todo mundo brincar como criança e fazer a dança da vassoura. Anderson Leonardo ficou conhecido como Anderson do Molejo, grupo do qual foi vocalista por mais de 30 anos. Ele morreu aos 51 anos, nesta sexta (26). Anderson fazia tratamento para combater um câncer inguinal na virilha desde outubro de 2022.

Na metade do mês de março, ele realizou um procedimento de bloqueio de plexo nervoso hipogástrico, que trata a dor do paciente oncológico ao bloquear o nervo da região. Anderson chegou a ter alta, mas, em menos de uma semana, precisou retornar ao hospital. Ele foi internado no dia 24 de março em uma unidade particular localizada na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Em setembro do ano passado, após um período no hospital e de volta à casa dele, Anderson chegou a publicar um vídeo com outros integrantes do Molejo agradecendo o carinho recebido.

No dia 7 de janeiro, ele fez uma apresentação em uma roda de samba.

O cantor era casado e deixa quatro filhos.

Além de ser vocalista, Anderson também foi responsável por várias composições do Molejo e tocava cavaquinho. Antes mesmo de formar o grupo, ele já se apresentava com Andrezinho, que também é do Molejo, em shows folclóricos no exterior. No final dos anos 80, o grupo que seria o Molejo, chamado de “Nossa Banda”, foi formado no Méier, na Zona Norte do Rio. Até que, nos anos 90, mudou de nome e passou a ser produzido por Bira Hawai, pai de Anderson. A formação atual ainda conta com Andrezinho, Lúcio Nascimento, Claumirzinho, Jimmy Batera e Robson Calazans.

Em 1994, o primeiro álbum “Grupo Molejo” dominou o Brasil. Depois disso, mais de 10 projetos foram lançados ao longo dos anos, entre CDs, DVDs e coletâneas especiais. Em toda a carreira, foram dezenas de hits que animaram as festas do Brasil, como “Brincadeira de Criança”, “Dança da Vassoura” e “Cilada”.

Em 2021, Anderson foi acusado pelo também cantor Maycon Douglas do Nascimento, conhecido como Mc Maylon, de estupro. Ele trabalhava com o artista. O caso teria acontecido em 11 de dezembro de 2020. Na denúncia, o jovem afirmou ter sido chamado por Anderson para uma reunião sigilosa sobre trabalho. Ele teria levado Maylon de carro para um motel em Jardim Sulacap, na Zona Norte do Rio, onde o estupro teria acontecido.

Na época, Anderson afirmou ter tido relação sexual com Mc Maylon, mas sempre negou a acusação de estupro. O caso tramitou em segredo de justiça.

*Via Band News

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp