Corpos encontrados em barco à deriva no Pará são de migrantes africanos

De acordo com perícia, ainda não se pode descartar a existência de pessoas de outras nacionalidades

Publicado por
13:34 - 16/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Reprodução)

Documentos e objetos que estavam junto aos corpos encontrados em barco à deriva na região de Bragança, no Pará, eram de migrantes do continente africano, da região da Mauritânia e Mali. Os documentos estavam junto aos corpos encontrados.

Conforme a perícia, ainda não se pode descartar a existência de pessoas de outras nacionalidades. As atividades de identificação começaram na noite desta segunda (15) e estão sendo realizadas pela Polícia Federal, Marinha do Brasil, além de outros órgãos de segurança do estado do Pará e do município de Bragança.

A origem dos passageiros, causa e o tempo estimado das mortes são apurados. O protocolo utilizado é o da Interpol para vítimas de desastres, que usa o reconhecimento por DNA. O barco foi encontrado à deriva no sábado (13) perto de Bragança, no litoral do Pará.

Ao todo, foram encontrados nove corpos, sendo oito dentro da embarcação e um nono corpo próximo a ela, em circunstâncias que sugerem que ele faz parte do mesmo grupo de vítimas.

*Informações Band 

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp