Conheça as peculiaridades por trás das roupas e danças juninas

Quadrilhas possuem bastante valorização na região Nordeste do país

Publicado por
19:00 - 21/06/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Foto: Apresentação da Quadrilha Junina/Crédito Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Foto: Apresentação da Quadrilha Junina/Crédito Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Você sabia que a origem dos vestidos de quadrilha da Festa Junina está ligada ao fato de que as festas onde a quadrilha era dançada eram promovidas pelas cortes? Entre os itens juninos, estão dois que são vistos como principais: a dança, mais conhecida pelo nome de quadrilha, e a vestimenta típica. Antigamente, por serem festas promovidas pelas cortes, as mulheres tinham que usar vestidos volumosos e rodados. Daí a origem dos vestidos de quadrilha, que, em nosso país, acabaram sendo confeccionados com tecidos mais coloridos e chamativos, principalmente com chita. Conheça

A maquiagem também era forte para chamar a atenção dos homens do campo. As mulheres da nobreza, usavam saltos altos como símbolo de poder e riquezas, mas quando a festa chegou ao Brasil, esse costume foi adaptado a sandálias simples de couro.

Nesse contexto, os vestuários da festa junina também tinham um motivo. Os homens, tanto na Europa quanto no Brasil, usam calça, camisa quadriculada, chapéu de palha e colete. Mas esses apetrechos todos não são à toa, cada adereço tem um significado. O chapéu de palha era pra deixar claro que eles eram homens do campo, fortes, trabalhadores, que ficavam embaixo do sol quente o dia inteiro e por isso usavam chapéu. E aqueles remendos na calça, ao contrário do que muitos pensam, era um sinal de que as roupas eram novas. Para os camponeses, as vestimentas eram poucas, então ficavam gastas em pouco tempo.

Os remendos coloridos nas vestes faziam elas parecerem novas e bonitas. A camisa xadrez era muito usada em Portugal e ficou famosa aqui também. Os bigodes e cavanhaque eram sinal de masculinidade para os homens, e assim se montava o look masculino.

As quadrilhas possuem bastante valorização na região Nordeste do país, como em Campina Grande, na Paraíba, onde é realizado um dos maiores concursos dessa modalidade. Ainda sobre a dança, é possível notar que alguns dos nomes de seus famosos passos possuem origem francesa, como “anarriê”, “ampassã” e “tour”. Estes são utilizados em virtude da origem da dança, já que ela é herdada das festas da aristocracia francesa. Para saber mais detalhes sobre a quadrilha, clique aqui.

Com informações de: Brasil Escola; Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública/Nutrição;Redação National Geographic Brasil; Agência Brasil; Forró Online

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp