Centenárias aos 117 e 107 anos, irmãs brasileiras celebram a vida

Elas contam qual o segredo da longevidade.

Publicado por
23:02 - 28/09/2023

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
anos

Considerada a mulher mais velha do mundo embora sem o reconhecimento do Guiness Book, uma paraibana completou este mês 117 anos ao lado da irmã, de 107. As irmãs brasileiras e centenárias celebram a vida repleta de histórias de quem tem antepassados que foram escravos e muito que contar.

Dona Cícera Maria dos Santos, de 117 anos, e a irmã, Josefa, de 107, vivem em Campina Grande, na Paraíba. Por lá, as irmãs trabalharam na roça e na feira. As duas fazem parte de uma grande família, mas são as anciãs, cuidadas carinhosamente pelo bisneto Ruan.

“Tenho muito orgulho delas”, disse Ruan, lembrando que os antepassados dele estavam na senzala e que as avós sobreviveram a momentos históricos e à Covid-19. Dona Josefa lembrou do que ouvia quando criança: “Diziam que o mundo ia acabar”.

As duas são cuidadas pelo neto Ruan. – Foto: reprodução Daily Mail

Memórias

Na casa das irmãs centenárias, a preservação da história está em cada detalhe.

Os documentos das duas irmãs comprovam a idade delas, há cédulas de dinheiro e moedas antigas e muitas histórias de quem acompanha as duas.

Uma amiga, que trabalhou com Dona Josefa na feira, disse que ela era e ainda é referência para conselhos e vida.

Dona Josefa segue lúcida e bastante consciente, afirmando que aprendeu muito com a vida na roça. Segundo ela, a alimentação saudável à base de legumes e verduras está entre os segredos para viver bastante.

Já a Dona Cícera gosta de ficar na poltrona, quietinha, mais ouvindo do que falando. A memória não ajuda tanto e quando fala, demonstra a religiosidade que a guiou.

“A paz do senhor esteja conosco. Quem pode mais que Deus? Tudo é Deus”, disse a idosa.

Guiness Book

Dona Cícera nasceu em 23 de setembro de 1906,  um ano antes da espanhola Maria Branyas Morera, considerada pelo Guinness Book a mulher mais velha do mundo.

Ruan, bisneto de Josefa, disse que tanto Dona Cícera como a avó são motivo de muito orgulho para a família: “A maior felicidade do mundo é estar com elas aqui hoje”.

O aniversário de Dona Cícera ao lado da irmã teve direito à festa e muita comemoração com bolo, salgadinhos e aplausos.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp