Anvisa volta a proibir venda de álcool líquido 70% em mercados e farmácias

A partir do dia 30 de abril, somente o produto em gel continua liberado para comercialização ao público geral

Publicado por
14:22 - 05/04/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Anvisa volta a proibir venda de álcool líquido 70% em mercados e farmácias

Foto: Reprodução/Anvisa

A partir do dia 30 de abril, a venda de álcool líquido 70% em mercados e farmácias voltará a ser proibida no Brasil. A determinação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Somente o produto em gel continuará liberado para comercialização.

A Anvisa havia permitido a venda do álcool líquido para o público geral por causa da pandemia de covid-19, mas esse prazo terminou no dia 31 de dezembro do ano passado. O período que vai até o fim deste mês serve apenas para esgotar os estoques dos estabelecimentos comerciais.

O conselheiro Ubiracir Lima, do Conselho Federal de Química, explica que o álcool líquido foi substituído pelo gel em 2002, por causa de acidentes. Segundo ele, a eficácia na limpeza é a mesma. O químico também afirma que é possível usar outros produtos aprovados pela Anvisa na limpeza da casa no lugar do álcool.

Por sua vez, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) se posicionou contra a proibição. A entidade diz que o consumidor vai ficar sem um produto de melhor custo-benefício. A Abras informou que, desde dezembro, conversa com a Anvisa já que há demanda de consumidores e falta de álcool líquido à venda nos supermercados.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp