Substitutos da farinha de trigo

No episódio de hoje, a nutricionista Fernanda Godoy Farto fala um pouco mais sobre o motivo pelo qual estamos cada…

Publicado por
09:27 - 21/06/2019

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

No episódio de hoje, a nutricionista Fernanda Godoy Farto fala um pouco mais sobre o motivo pelo qual estamos cada vez menos usando farinha de trigo e substituindo por alimentos similares. Confira!

Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Trigo (Abitrigo) mostram que o brasileiro ingeriu, em média, 40,62 kg dessa farinha em 2017. O consumo inclui desde receitas feitas em casa a produtos industrializados.

A branca ainda é a preferida no nosso país. Um reduto de carboidratos simples, ela passa por um processo de refino que retira parte de suas fibras, nutrientes e vitaminas (contidos na casca do grão), e o que sobra é calorias! Agora tem uma coisa que não posso negar, farinha branca é pra lá de gostosa!

Mas falando em saúde a tendência atual da nutrição é buscar uma dieta equilibrada, com mais fibras, proteínas e gorduras naturais, e evitar o consumo de alimentos muito processados. Esses cuidados evitam uma série de doenças crônicas e obesidade.

Em uma visita rápida ao supermercado, dá para perceber que a oferta de farinhas é imensa. As novas versões atendem tanto quem é intolerante ao glúten  proteína existente em alguns cereais, quanto aos que desejam apenas enriquecer e variar o cardápio. Para ajudá-lo a fazer a melhor escolha, elaborei um guia com dez produtos. Cada um oferece vantagens e limitações. Agora é só experimentar pra ver!

Farinha de oleaginosas

As oleaginosas são sementes ricas em gordura natural, são envolvidas por uma casca rígida e que podem ser consumidas in natura. O alto teor de gordura natural desse alimento confere energia e também fontes de vitaminas e minerais que assim colaboram para o bom funcionamento do organismo. Conheça alguns dos benefícios de consumir essa farinha. A vitamina E já é sua marca registrada que é um antioxidante de respeito que evita danos às células do organismo, na parte das gorduras se destaca o Omega 3 que é importante na produção dos hormônios sexuais, no transporte de vitaminas e na saúde do coração. Entre os minerais o zinco marca presença por estar ligado a prevenção de anemia. E para quem pratica esportes, a arginina que é um aminoácido presente nessas sementes ajudam na oxigenação e recuperação muscular. Por possuírem sabor neutro podem serem usadas em preparações doces e salgadas.

Farinha de quinoa
A quinoa é um grão rico em proteínas e de alto valor biológico, o que significa que tem todos os aminoácidos essenciais ao organismo. Sua farinha ainda é fonte de ômega 3, que auxilia na redução dos níveis de colesterol. Considerada um grão sagrado pelos incas, e não é à toa, pois seus componentes equivalem aos do leite materno, a quinoa é originária dos Andes bolivianos e seu cultivo remonta a mais de 5000 anos. A quinoa é o único cereal composto por todos os 16 aminoácidos necessários para uma vida saudável, além disso, é rica em vitaminas A, B6 e B1 e, ferro, fósforo, proteínas e cálcio. Possui, também, em menores quantidades, vitaminas E e C

Você pode utilizá-la em diversos tipos de assados, como bolos, pães e biscoitos. Devido a seu forte sabor, opte por, no máximo, 1/4 de xícara da farinha em receitas, completando sua receita com outras opções de farinhas.

Farinha a base de frutas
As farinhas mais badaladas do momento são a de coco, de maracujá, de uva e de banana-verde.

A de coco é extraída da polpa branca do coco, essa farinha é rica em fibras, ajudando no trânsito e flora intestinal e na diminuição dos níveis de glicose. A farinha de coco possui aproximadamente 17% de ácido láurico e 1,5% de ácido cáprico, tornando-a um alimento com propriedades antifúngicas, antimicrobianas e anti-inflamatórias.

A de banana verde atua como prebiótico, servindo de alimento para o cultivo de bactérias intestinais benéficas ao organismo. Possui amido porem, passa direto pelo intestino delgado sem absorção, sendo digerida pelas bactérias do intestino grosso que transformam esse amido resistente em substâncias benéficas, ajudando na manutenção da flora intestinal.

A de maracujá é riquíssima em fibras, já a de uva tem resveratrol que é um potente antioxidante.

Todas podem ser usadas para compor receitas como granola caseira, bolos, vitaminas e tortas.

A loja Tudo Em Grãos

A Tudo Em Grãos é uma loja especializada na venda de produtos saudáveis e naturais, vendidos a granel e pensados para satisfazer a praticidade no dia a dia. Na Tudo em Grãos você poderá encontrar uma linha diferenciada dos substitutos da farinha de trigo e que foram citados pelo texto da nutricionista Fernanda Godoy Farto.

Ao visitar a loja de Bento Gonçalves você vai encontrar uma grande variedade de grãos, sementes, cereais, frutas secas e farinhas, todos com venda a granel. Ainda contemplam o mix da loja chás, temperos, sucos, produtos orgânicos, funcionais, sem glúten e sem lactose.

A loja fica localizada na Av. Planalto, 698 (andar térreo), no Bairro Planalto, ao lado do Hotel Viverone.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp