Anticoncepcionais e forma física

Não existem consequências negativas na composição corporal em se usar nenhum anticoncepcional, seja ele qual for.

Publicado por
12:56 - 17/02/2021

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Texto escrito por Abigail Somacal (Licenciatura em Educação Física / Bacharel em Educação Física / Pós graduanda em Fisiologia e Prescrição do Exercício Clínico / CREF 027828-G/RS)

Um dos principiais motivos responsáveis pelas mulheres deixarem de tomar a pílula anticoncepcional ou contraceptivos com hormônio é por receio de obter alterações corporais. O que poucos sabem é que o anticoncepcional não prejudica em nada na questão física da mulher, independentemente do tipo.

Por diversas vezes ouvimos ou lemos que há possibilidades de engordar ou de não ganhar massa magra por culpa da pílula. Isso é mito. O contraceptivo não diminui níveis de testosterona, e mesmo que houvesse essa diminuição, não seria fisiologicamente relevante, visto que a mulher já possui pouca testosterona, então pequenas variações não trariam grandes resultados

Atualmente, revisões de literatura e estudos mostram que não existem consequências negativas na composição corporal em se usar nenhum anticoncepcional, seja ele qual for.

E aquele papo de que anticoncepcional é uma “bomba” de hormônios, você já leu a bula do seu comprimido? A dosagem de hormônio é baixíssima, não podendo ser considerável como causadora de alterações corporais.

Muitas mulheres, atualmente, engravidam por não aceitarem o uso da pílula e acreditarem muitas vezes que estão sendo “manipuladas” pela medicina convencional que insiste em usar medicamentos para o nosso corpo. Aí um grande erro, são inúmeros os casos de falhas com camisinhas, tabelinhas e demais formas utilizadas por mulheres que se recusam fazer a utilização de anticoncepcional. Porém, uma gravidez também possui os seus efeitos, como risco de diabetes gestacional, risco de trombose, alterações de humor e demais situações que muitas vezes podem ser mais desfavoráveis que o uso da pílula.

Há casos em que anticoncepcional é usado ou recomendado terapeuticamente, em casos de endometriose ou até mesmo de alterações no humor.

Relacionado a prática de exercícios físicos, como visto, o anticoncepcional não afetará em seus resultados, existem até evidencias de que estrogênio previne o acumulo de gorduras e o contraceptivo aumenta o metabolismo.

Em tempos atuais também temos a disposição o uso de DIU, porém, a cada 10 mulheres, uma não se adapta de forma favorável a utilização deste método. É importante conversar abertamente com seu médico sobre a melhor opção para sua saúde. Caso existam muitas alterações, como engordar ou inchar, é mais certeiro rever sua dieta e exercícios físico do que trocar ou parar de tomar a pílula para reverter estes efeitos.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp