Tem pouco tempo para praticar exercícios?! Aqui vai algumas dicas válidas para auxiliar na sua rotina

A vida corrida de trabalho, estudos, cuidados com a casa e família levam as pessoas cada vez mais ao sedentarismo….

Colunista
Educadora Física. Licenciatura em Educação Física / Bacharel em Educação Física / Pós graduada em Fisiologia e Prescrição do Exercício Clínico e em Saúde da Mulher / CREF 027828-G/RS.
17:50 - 14/07/2021

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

A vida corrida de trabalho, estudos, cuidados com a casa e família levam as pessoas cada vez mais ao sedentarismo. Um dos maiores motivos da falta de treino atualmente é a fala de tempo na rotina das pessoas.

Para sairmos do sedentarismo, é importante colocar isso como prioridade, assim como desenvolver a carreira, dar um gás no trabalho e estar com a família, cuidar da nossa saúde também deve entrar na lista, é importante fazermos atividade física, como subir escadas, passear com o cachorro, e exercícios físicos, praticando regularmente uma modalidade esportiva, como caminhadas regulares, musculação, lutas. Assim, diminuímos todos os efeitos do sedentarismo e das doenças Hipocinéticas, que são adquiridas por falta de movimento, como hipertensão, diabetes, problemas articulares e depressão.

Vamos dar algumas dicas do que pode ser feito fazer quando não se tem tempo de se exercitar e há dificuldades de inserir os exercícios na rotina:

  • Se você trabalha o dia inteiro e estuda, procure sempre fazer pausas para alongar seu corpo por alguns minutos. Isto pode ser feito no trabalho, na escola, em pé e até mesmo sentado.
  • Como em colunas anteriores, já debatemos que fazer exercícios não significa matricular-se em uma academia. Encontrar algo que você realmente goste de fazer e isso pode revolucionar a sua vida. Andar de bicicleta, fazer aula de dança, lutas caminhar no parque ou procurar um esporte novo e diferente.
  • Se você tem um pouquinho mais de tempo, convide alguém ou coloque uma música nos fones de ouvido e faça uma caminhada pelas ruas. Experimente atividades mais curtas, muitas vezes, uma sessão de exercícios de 15 a 30 minutos pode ser muito bem realizada, é uma ótima estratégia de curta duração e alto volume, com intervalos curtos e séries e repetições mais altas. Esta prática pode ser iniciada em casa, consulte um médico, faça exames e veja se está tudo bem antes de começar. Se estiver, você pode fazer exercícios simples: abdominais, polichinelos, flexões, levantamento de pesos com objetos da casa, exercícios HIIT e alongamentos, procure a orientação de um profissional de educação física e é só iniciar!

O importante é inserir algo prazeroso durante a sua rotina, manter a regularidade e a constância, aproveitar as práticas e cuidar da sua saúde.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp