Mantenha hábitos saudáveis durante o frio

Leia mais Feirão de empregos oferece mais de 500 vagas em Caxias do Sul nesta terça-feira Conheça Luchezi Assador, novo…

Colunista
Educadora Física. Licenciatura em Educação Física / Bacharel em Educação Física / Pós graduada em Fisiologia e Prescrição do Exercício Clínico e em Saúde da Mulher / CREF 027828-G/RS.
10:01 - 01/06/2021

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

Quem de nós, principalmente vivendo na serra, não tem vontade de passar grande parte do inverno debaixo das cobertas, e se não bastasse, com muito mais vontade de comer comidinhas mais calóricas. Mas ok, nada de culpa! Porque isso tem um motivo: seu metabolismo está mais rápido. E pensando de uma forma positiva, podemos tirar muita vantagem disto.

No frio acontece a perda de temperatura corporal. Nosso corpo é e certa forma “obrigado” a aumentar o metabolismo para que as células consumam mais energia, transformando-as em calor para nos manter aquecidos. Aí entra uma super vantagem: se você praticar exercícios no frio, você estará utilizando esse gasto calórico extra ao seu favor para reduzir gordura. Ao mesmo tempo, essas temperaturas mais baixas que fazem com que nossos músculos se contraiam para reter calor, acabam ocasionando também uma maior dificuldade de movimentação, nos deixando com a impressão de que precisamos fazer mais esforço e consequentemente, acabamos nos mexendo menos!

Fisiologicamente, mas de forma simples, o que exatamente acontece no corpo que irá te beneficiar é a contração dos músculos durante o treino, causando um gasto calórico elevado, além disso, nosso organismo precisa manter ativos os processos que consomem mais energia para, de certa forma, corrigir a variação da temperatura mais amena.

A imunidade também é favorecida durante o inverno, um estudo publicado pela Universidade de Essex, do Reino Unido, afirma que quando você se expõe ao frio praticando atividade física, os efeitos dos exercícios aumentam o número de leucócitos e granulócitos, que são responsáveis pelo funcionamento do sistema imunológico. Mas é preciso cuidados, como observar os limites do nosso corpo. Se você pratica uma atividade que exige muito do seu corpo de forma prolongada e exposto a temperaturas excessivamente baixas, o efeito é justamente o contrário, debilitando seu sistema imunológico

Se ainda assim, eu não te convenci a ter estimulo e motivação para praticar exercícios mesmo nos dias mais frios, agora não haverá escapatória: existem treinos que você pode fazer dentro de casa, seguindo a orientação de um profissional, assim, não precisa sair à rua ou deslocar-se até a academia. Uma vez que você saia do sofá, você vai se aquecer rápido. Agora se você optar por um treino externo, é extremamente importante que este comece com um bom aquecimento para espantar o frio.

Quanto aos cuidados que devemos ter, está o tempo seco, que pode prejudicar o quadro respiratório, principalmente de quem costuma se exercitar ao ar livre. Para evitar esse problema, é importante manter uma boa hidratação com bastante água antes, durante e depois do treino.

Não existem evidências cientificas que comprovem estaticamente uma maior incidência de lesões ao treinar no frio. Porém, para evitar qualquer tipo de problema, é importante ter uma preparação previa para o exercício físico. O corpo em repouso leva mais tempo para atingir a temperatura ideal para a atividade física, por isso um aquecimento mais demorado é muito importante. O ideal para a prática é usar roupas leves, como calça e casaco de moletom, pois abafar o corpo com muita roupa faz com que elimine sais minerais em excesso, o que não é saudável.

E sobre demais dicas para hábitos saudáveis no inverno, além dos exercícios físicos, mas não menos importante:

É comum esquecermos de beber água no inverno, já que não sentimos aquela perda de umidade na transpiração. No entanto, é fundamental seguirmos os 2 a 3 litros de água recomendados por dia. Se houver dificuldades com a ingestão de água nesses dias frios, tente adicionar chás, sucos e outras bebidas nutritivas e que contenham grande quantidade de água.

Cuidados com o excesso de calorias também merecem um destaque, visto que o nosso organismo pede por mais comida do que no verão, para auxiliar na manutenção do calor do nosso corpo. Por isso é importante uma alimentação saudável para não ultrapassar o consumo diário necessário de calorias.

Tomar sol também deve ser uma prioridade, durante o inverno, o sol não aparece com tanta frequência, por isso, quando aparece, deve ser aproveitado ao máximo! Quando o clima estiver favorável, aproveite para restaurar o estoque de vitamina D, quem sabe, realizando algum exercício ao ar livre!

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp