Vereadores votam a favor de Lunelli e família

0
515
Advogado Rodrigo Leusin fez a defesa oral de Lunelli e família

Num resultado até certo ponto surpreendente os vereadores de Bento Gonçalves decidiram por ampla maioria (15 x 2) não acatar o parecer desfavorável do TCE às contas do ex-prefeito Roberto Lunelli, referentes ao ano de 2012.

Mesmo com o parecer da Comissão Técnica Permanente de Finanças e Orçamento tendo acatado o parecer do Tribunal, alguns dos membros desta Comissão também acabaram por votar em favor de Lunelli e do espólio. Pesou para a decisão a presença da viúva Irmaci Sinigaglia, que se emocionou quando o resultado foi declarado. Além dela a irmã do ex-prefeito, Neilene Lunelli acompanhou a votação.

O advogado da família, Rodrigo Wetsphalen Leusin utilizou a tribuna durante 15 minutos para a defesa oral e sensibilizou a maioria dos vereadores ao dizer que o os apontamentos do TCE são técnicos e que a Casa é política. Entre os argumentos listados a ausência de dolo ou intenção do ex-prefeito e o fato de que ele mesmo haveria admitido ter sido traído por servidores de confiança.

Mesmo vereadores que hoje são da situação e que sempre foram contra o governo do PT acabaram votando favoravelmente a Lunelli. Entenderam que seria injusto fazer a família pagar por atos sobre os quais não possuíam qualquer poder de interferência.

Com a negativa outros processos contra o ex-prefeito seguem, mas as contas estão aprovadas. Na prática, a reprovação das contas tornaria o ex-prefeito inelegível, o que não traria efeito prático diante de sua morte e, acidente de automóvel em 20 de agosto de 2016.

Votaram pela reprovação das contas os vereadores do MDB Agostinho Petrolli e Idasir dos Santos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.