O verdadeiro evangelho

0
582

Nosso Senhor Jesus Cristo, leva seu conhecimento para todas as nações por variadas formas, percebidas conforme o estágio evolutivo de cada um. Para aqueles que já se converteram para o amor, as palavras do Evangelho, constituem-se em sustentáculo para melhor assimilação.

Quando o Mestre anuncia as verdades espirituais, percebemos que éramos e ainda somos frutos pendentes ao amadurecimento. Entretanto, estes ensinamentos fazem-nos sentir úteis mesmo ainda em progresso evolutivo, pois sentimos a vida sob um prisma diferente.

O Livro Sagrado constitui-se na maior concentração de energia que percorre o íntimo de cada espírito, no qual, concentram-se segredos que aos poucos são liberados, conforme o mistério desvendado individualmente. Instrumento valioso lançado pelo amor. Endereçado, unicamente, para servir a este mesmo propósito.

Jesus escolheu seus propagadores entre os melhores da época, ensinando a eles as principais leis que alicerçam a criação. Salientou a importância da caridade, do amor e do perdão, fazendo resplandecer a moralidade destes pregadores, inflamando suas inteligências ao estender as mãos para o céu, discorrendo sobre a criação, dando asas ao imaginário apostólico de que a vida não é sentenciada ao fim pela morte.

Observeis que em todas as épocas, encontraremos sábios das mais variadas ciências, unidos igualmente ao Mestre Maior, através do Instrumento propagador da Verdade.

O Livro Sagrado é fonte de vida, onde todos poderão saciar sua sede, despertando para o amor sublime, fazendo andar os paralíticos de alma.

O verdadeiro Evangelho está esculpido na profundidade da consciência de cada um, talhado pela mão Divina, no tempo certo e momento adequado, agradando a todos.

E antes que o “fim dos tempos” nos chegue pelos devaneios da imaginação humana, é preciso que:

“ … primeiro o Evangelho seja pregado a todas as nações”. Marcos – Cap. 13, v.10

Por Mauro Falcão, em 12.10.2017

Escrito para Tábuas da Verdade

COMPARTILHAR

LEAVE A REPLY