Mulher é presa por forjar próprio sequestro e pedir R$ 300 mil ao marido

0
14144

Uma mulher foi presa após a Polícia Civil descobrir que ela forjou o próprio sequestro e pedir resgate de R$ 300 mil ao marido. A prisão aconteceu na manhã desta sexta-feira (18), na cidade de Novo Hamburgo, na Região Metropolitana. Ela foi autuada pelos crimes de estelionato, organização criminosa e falsa comunicação de crime.

Segundo o delegado João Paulo de Abreu, da 1ª Delegacia de Repressão a Roubos (1ªDR), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), o sequestro teria ocorrido na segunda-feira (14), na cidade de Viamão e o preço do resgate exigido para a libertação da vítima seria de 300 mil reais.

“Após diversas diligências, foi descoberto que a vítima do sequestro, na verdade, estaria participando de uma associação criminosa com vistas a enganar o marido e auferir vantagem indevida. Ela foi localizada na cidade de Novo Hamburgo, após uma teatral libertação de seu local de cativeiro”, explicou o delegado.

O Diretor do Deic, Delegado Sander Ribas Cajal, salientou a importância de se atender de forma diferenciada os casos de extorsão mediante sequestro, com todos os recursos possíveis.

“Ainda que não tenha se enfrentado o caso tradicional, o resultado obtido pela equipe da Especializada foi extremamente positivo, vez que confirma que as metodologias de investigação empregadas estão sendo suficientes a descobrir autoria dos fatos e, no caso, o crime de estelionato”, afirmou Cajal.

Ainda de acordo com a Polícia, as negociações eram feitas por meio de mensagens de texto.

COMPARTILHAR

LEAVE A REPLY