Médicos temem exonerações e caos na saúde após fechamento do Postão em Caxias

0
1273

O futuro da saúde pública em Caxias do Sul nos próximos meses parece cada vez mais incerto. Após a prefeitura anunciar o fechamento do Postão 24 horas para reformas por 180 dias, os médicos que atuam no local se reuniram, nesta quinta-feira (11), para debater e expor os problemas que essa decisão pode acarretar.

Principal referência do Sistema Único de Saúde (SUS) em Caxias do Sul, o Postão é responsável por 400 atendimentos diários. Na proposta da prefeitura, alinhada junto ao Ministério Público, a demanda da casa de saúde será absorvida por meio de ampliação no contrato com a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas) e no reforço do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde.

Profissionais se reuniram na tarde desta quinta-feira (Foto: Mauro Teixeira/Grupo RSCOM)

Segundo Tiago Perinetto, médico e ex-coordenador técnico do Postão, as soluções apresentadas pela prefeitura para suprir a demanda por atendimentos são insuficientes. Para ele, o poder público deveria ter encontrado as alternativas e colocado em prática antes de anunciar o fechamento do Postão. “Essa proposta que o governo fez não prevê muitas questões. É uma proposta genérica, sem um prazo, sem uma especificação de tamanho. A prefeitura deveria ter preparado as UBSs antes de fechar o Postão”, afirma.

Entre os problemas apresentados pelo médico estão as limitações físicas, de horário e estruturais das UBSs. Ele cita, por exemplo, que não é possível realizar exames e nem fazer raio x em uma UBS, como é realizado no Postão.

O principal entrave, no entanto, parece mais uma vez ser a questão pessoal. Como a medida anunciada pela prefeitura prevê uma mudança drástica na rotina dos médicos, a tendência é que alguns profissionais peçam exoneração por não conseguir conciliar os atendimentos particulares com a função pública. “Há bons profissionais, que hoje cumprem horário, e são horários que ninguém quer, como noturnos e nos finais de semana, que vão pedir exoneração porque não podem atender no horário de uma UBS”, argumenta.

Mesmo com a preocupação dos profissionais, o Postão deve encerrar o atendimento ao público na próxima terça-feira (16). A recepção de novos pacientes será encerrada às 23h59 e o expediente interno segue até as 8h de quarta-feira (17), quando acaba o turno do plantão.

LEAVE A REPLY

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.