Maestro garibaldense Gilberto Salvagni terá peça instrumental tocada no Japão

1
934
(Foto: Anésia Muller Fotografia)

Conhecido carinhosamente como Bebeto, o maestro garibaldense Gilberto Salvagni inicia 2019 com novidade que, literalmente, ultrapassa as fronteiras.

No mês de fevereiro a peça “Música para 12 Trompas”, criada pelo maestro, que também é um compositor nato, será executada no Japão, na Tokyo University of the Arts, durante apresentação da classe de trompas da instituição.

O reconhecimento é o resulto de anos de dedicação, experiência e muito amor à música. Salvagni conta que sua paixão pelas partituras iniciou ainda na infância. Em Garibaldi, ainda guri, fez sias primeiras aulas de violão. Aos 14 anos, tornou-se maestro da Orquestra Municipal da cidade e, desde então, foi traçado um caminho repleto de harmônias, ritmos e regências.

O currículo do maestro conta com atuações desde conjunto de bailes, como a banda Ego Mecanóide, até renomadas orquestras como a Orquestra Municipal de Sopros, Orquestra Municipal de Carlos Barbosa, Garibaldi, Veranópolis, Nova Prata e Fagundes Varela.

Ainda, o regente trabalhou à frente da Banda Municipal de Porto Alegre e como arranjador e saxofonista da Salvagni Big Band que, entre outras atividades, acompanha concertos do músico Nei Lisboa.

Um dos nomes responsáveis por levar a obra do garibaldense para o outro lado do mundo foi o maestro e trompista holandês Will Sanders, que assim, abre portas para a carreira internacional de Bebeto.

Acompanhe o bate-papo com o maestro:

COMPARTILHAR