O julgamento do caso Magnabosco, marcado para esta quarta-feira (12), no Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi adiado mais uma vez. De acordo com a assessoria do STJ, o caso saiu da pauta por ainda ter mais de 30 itens para apreciação. A nova data do julgamento não foi divulgada.
O parecer foi ao STJ no dia 29 de março, mas, como um dos ministros pediu vistas do processo, o julgamento foi suspenso.
Caso Magnabosco
A área da família Magnabosco abriga uma ocupação desde a década de 1980 em Caxias do Sul, conhecida como bairro 1º de Maio. Na época, em 1970, o espaço foi doado pela família à prefeitura para que fosse construída a Universidade de Caxias do Sul. Na década seguinte, o processo de devolução da área já tramitava. Se condenando na ação, o município terá que indenizar a família Magnabosco em R$ 620 milhões.