INVESTIMENTO MILIONÁRIO

Grupo Cruzeiro do Sul compra FSG por mais de R$ 340 milhões

MAURO TEIXEIRA -     
0
3043

O grupo Cruzeiro do Sul Educacional comprou da gestora de private equity Advent duas faculdades no Rio Grande do Sul, como parte dos esforços para acelerar o crescimento no segmento presencial e também no ensino à distância.

A aquisição da Faculdade da Serra Gaúcha (FSG), com campus em Caxias do Sul e Bento Gonçalves, e da Faculdade Cesuca, em Cachoeirinha, deve adicionar cerca de 12 mil alunos à base do Cruzeiro do Sul, que passará a contar com cerca de 220 mil estudantes, segundo o diretor de planejamento do grupo, Fábio Figueiredo.

 

O Cruzeiro do Sul foi assessorado pelo Itaú BBA e o Advent, pelo BTG. Procurados, Itaú, BTG e Advent não comentaram a compra da FSG. Foto: Divulgação

Ele não quis informar o valor do negócio, mas afirmou que o pagamento será efetuado com recursos próprios e financiamento bancário. De acordo com Figueiredo, a negociação durou cerca de 10 meses e a companhia seguirá prospectando outras aquisições em regiões com densidade e marcas de qualidade.

O valor do negócio é de quase R$ 340 milhões. As negociações para a venda da FSG começaram no início do segundo semestre de 2017, logo após a gestora americana começar a comprar ações do grupo de educação Estácio, dizem fontes próximas às negociações.

O Cruzeiro do Sul Educacional atualmente dispõe de 330 unidades de ensino à distância (EAD), mas espera encerrar 2018 com 800 polos ativos. “Temos um time dedicado à expansão da rede, queremos esgotar a capacidade regulatória até o fim do ano”, contou.
Em junho do ano passado, o Ministério de Educação (MEC) apresentou um novo marco regulatório para o credenciamento de instituições e a oferta de cursos de educação superior à distância, atrelando a abertura de polos ao conceito da instituição de ensino.

A aquisição da FSG e da Cesuca permitirá ao grupo entrar no segmento presencial na região Sul e abrir 150 polos EAD a mais. “Já tínhamos capacidade para abertura de 450 polos, agora com a FSG ganhamos bônus regulatório de mais 150 polos ao ano”, disse Figueiredo.O Cruzeiro do Sul foi assessorado pelo Itaú BBA na operação, enquanto a Advent contou com BTG Pactual.

O desinvestimento da Advent nas faculdades gaúchas ocorre após o fundo de private equity norte-americano comprar a fatia da família Zaher na Estácio Participações no segundo semestre do ano passado.

 

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.