Era uma Vez um Deadpool: o filme está com menos violência e sem palavrões

0
2038

Os litros de sangue não estão lá e os palavrões mais pesados, impróprios para os mais jovens, são bipados até a própria censura tornar-se uma divertida piada recorrente. As sequências que os fãs já conhecem seguem praticamente inalteradas e as novas adições — ou alterações — são boas o suficiente para aprimorar o produto final.

E ele, o Mercenário Tagarela (Ryan Reynolds), a estrela controversa, não perdeu sua essência, mesmo com o volume amansado. Mas apesar de tudo, e apesar de ser até mesmo uma reprise, Era uma Vez um Deadpool foi liberado para toda a família.

Sinopse: 
Determinado a provar que Deadpool 2 é um filme para toda a família, Wade Wilson (Ryan Reynolds) limpa todos os palavrões e sangue da narrativa e sequestra o ator e diretor Fred Savage para reencenar A Princesa Prometida. Sem poder se desvencilhar das amarras, Savage é obrigado a ouvir o “conto de fadas” do Mercenário Tagarela, incluindo sua luta com Cable (Josh Brolin) e a formação da X-Force.

Fonte: AdoroCinema / Foto: Reprodução Internet

COMPARTILHAR

LEAVE A REPLY