Rio Grande do Sul chega a 2 milhões de pessoas afetadas pelas enchentes

Número de municípios afetados pelos temporais chega a 445

Publicado por
15:18 - 11/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp

(Foto: Felipe Vicari / Grupo RSCOM)

O RS chegou a marca de 2.039.084 pessoas afetadas pelas enchentes desde a semana passada. A informação foi atualizada pela Defesa Civil, conforme boletim divulgado às 12h deste sábado (11). O número de óbitos até o momento é de 136, sem alteração no intervalo de 6 horas.

Segundo o levantamento, o número oficial de desaparecidos continua em 125. O número de pessoas resgatadas é de 74.153 e há 756 feridos. O número de municípios atingidos também subiu, sendo agora 445.

Confira os números completos:

  • Municípios afetados: 445
  • Pessoas em abrigos: 71.398
  • Desalojados: 339.925
  • Afetados: 2.039.084
  • Feridos: 756
  • Desaparecidos: 125
  • Óbitos confirmados: 136
  • Óbitos em investigação*: 0
  • Pessoas resgatadas: 74.153
  • Animais resgatados: 10.348
  • Efetivo: 27.589
  • Viaturas: 4.398
  • Aeronoaves: 41
  • Embarcações: 340

Conforme o monitoramento hidrológico divulgado pela Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura e da Defesa Civil estadual, os maiores volumes de precipitação observados nas últimas 24 horas ocorreram na região hidrográfica do Rio Guaíba e no Litoral Norte. Nessas localidades, os acumulados chegaram a superar a marca dos 100 milímetros (mm).

“Em função dessas chuvas e dos solos ainda com muita umidade, os rios Taquari e Caí apresentaram respostas hidrológicas atingindo limiares de alerta, apesar disso a tendência é que ambos rios entrem em estabilidade ainda hoje”, informou por meio de nota.

Tanto o Rio Guaíba como a região do Delta do Jacuí apresentam declínio. A expectativa é de que o Rio Uruguai atinja ainda hoje seu pico de cheia em Uruguaiana, próximo a 4 metros acima da cota de inundação. Já a Lagoa dos Patos registra “níveis elevados e segue em elevação próximo a Pelotas e região”. Os demais rios do estado apresentam declínio ou estabilidade.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp