Ponto de doações em Bento Gonçalves vai mudar de local

A partir de segunda-feira, 20 de maio, o ponto de referência para recebimento de donativos será o Pavilhão E da Fundaparque

Publicado por
14:53 - 15/05/2024

Compartilhar:

Facebook Twitter Whatsapp
Ponto de doações em Bento Gonçalves vai mudar de local

Foto: Fundaparque/Divulgação

A partir da próxima segunda-feira, 20 de maio, o ponto de referência para recebimento de doações em Bento Gonçalves será o Pavilhão E da Fundaparque, com a continuidade da coordenação pelo Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), de outras entidades e de voluntários. O trabalho no Ginásio do IFRS ocorrerá até a quinta-feira, 16 de maio, para que na sexta-feira, 17 de maio, seja possível o deslocamento dos itens de doação remanescentes e para a organização da planta de trabalho.

Segundo o IFRS – Campus Bento Gonçalves, a mudança acontece pela necessidade de ampliação do alcance, por conta do universo de pessoas que estão desabrigadas e precisando de ajuda. Além disso existe a necessidade de melhorar o ambiente de trabalho dos voluntários e qualificar o espaço e a logística de recebimento, triagem e destinação das doações.

Uma rede de solidariedade formou-se no local e está sendo um exemplo de mobilização e resposta eficaz em tempos de necessidade. A crescente mobilização de voluntários e doadores tem permitido atender demandas emergenciais de cada vez mais municípios atingidos pelas enchentes.

O trabalho começou na quinta-feira, 2 de maio, quando o Corpo de Bombeiros solicitou o espaço para o recebimento de doações. De imediato, o Campus Bento Gonçalves colocou à disposição a sua infraestrutura e mobilizou interessados em atuar como voluntários. O grupo já ultrapassa 1.600 pessoas que trabalham dedicadamente no recebimento, na triagem, separação e distribuição das doações. São alimentos, água, itens de higiene pessoal, materiais de limpeza, colchões, roupas de cama, calçados, cobertores e brinquedos entregues diariamente desde então.

Inicialmente, nos dias 02 e 03 de maio, foram atendidas necessidades de famílias vítimas de alagamentos e deslizamentos no município de Bento Gonçalves, em especial das localidades de Faria Lemos, São Valentim e Tuiuty.

No sábado, dia 4, as doações aumentaram consideravelmente e foi possível suprir demandas inclusive de outros municípios, como Santa Tereza, Roca Sales, Encantado e Muçum. O volume de materiais recebidos foi tão grande que o Ginásio atingiu seu limite de capacidade. Com isso, foram destinados itens para abastecer também o Almoxarifado Central de Bento Gonçalves e o ginásio do Batalhão do Corpo de Bombeiros. Na segunda-feira, 6 de maio, a assistência foi ampliada ainda para as cidades de Bom Retiro, Estrela, Cruzeiro e Muçum.

Ao longo da última semana e desta, foram atendidas demandas de mais de 30 municípios gaúchos atingidos pelas enchentes. A saber:

Rocca Sales
Muçum
⁠Bento
⁠Santa Tereza
⁠Cruzeiro do Sul
Lajeado
Estrela
Encantado
Dois Lajeados
Canoas
Viamao
São Leopoldo
Sapucaia
⁠Arroio do Meio
⁠Relvado
⁠Marques de Souza
⁠Travesseiro
⁠Triunfo
⁠Alvorada
⁠Rolante
⁠São Sebastião do Caí
⁠Colinas
⁠Bom Retiro
⁠General Câmara
⁠Igrejinha
Novo Hamburgo
Taquari
⁠Três Coroas
⁠Taquara
⁠Feliz
⁠Guaíba
⁠Montenegro

As demandas dos municípios são previamente confirmadas junto às Prefeituras e/ou Defesa Civil. E toda a distribuição é realizada por veículos de voluntários.

Cabe acrescentar que foram recebidas solicitações pontuais de pequenos volumes para alojados em casas de parentes, casas de passagem e abrigos públicos. Todos os atingidos que procuraram o campus foram acolhidos, com o apoio de psicólogos e assistentes sociais voluntários, e receberam roupas e mantimentos.

Compartilhe nas suas redes

Facebook Twitter Whatsapp